Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista.pt »
o palácio de buckingham é a residência oficial da rainha e quartel general da monarquia britânica
o palácio de buckingham é a residência oficial da rainha e quartel general da monarquia britânica

casas e palácios da rainha Isabel ii de inglaterra (fotos)

Escrito por: equipa@idealista

artigo escrito por reyes martinez, colaboradora do idealista news em londres

a rainha Isabel ii de inglaterra acaba de deixar o palácio de buckingham, em londres, para se instalar com a corte em balmoral, o seu castelo na escócia, onde ficará cerca de dois meses. mas estas são apenas duas das propriedades da coroa britânica, que possui vários palácios, castelos, ruas inteiras no centro de londres, quintas e grandes campos agrícolas por todo o país

no entanto, convém lembrar que este vasto património não pertence exactamente à rainha. a maioria das propiedades está inserida na chamada crown estate, a “empresa” que detém e gere boa parte das terras e edificios reais, em nome do estado britânico. deste conjunto não fazem parte, porém, os palácios de balmoral e sandringham, considerados propiedades privadas da rainha

do conjunto de propiedades gerido pelo crown estate fazem parte: o catelo de windsor, o condado de lancaster e regent’s street, uma das mais comerciais e movimentadas ruas de londres. de acordo com os dados relativos ao último ano, divulgados a 31 de março, a empresa teve um lucro de 252,6 milhões de libras, o que representa 5,2% mais do que o registado no ano anterior

o valor total dos activos do crown estate ascende a 8.100 milhões de libras (mais 7,2% que no ano anterior) e os activos urbanos da rainha já valem 5.900 milhões de libras (mais 8,3% que as contas do exercício anterior). a forte procura de propriedades no centro de londres e a valorização da terra nas zonas rurais do país permitiram estes bons resultados

a raínha não pode vender estas propiedades e só tem direito a uma pequena parte dos seus lucros, o resto vai directamente para os cofres do estado. em 1760, o rei george iii e o governo acordaram que as propriedades seríam geridas pela crown estate, em benefício do estado, e que, em troca, o monarca receberia um valor anual fixo. este acordo foi alterado em 2011 e, desde então, a rainha recebe 15% dos lucros

esta é uma das razões por que, contrariamente ao que se pensa, a rainha Isabel ii não é assim tão rica. de acordo com a lista publicada pelo diário the sunday times, a  sua fortuna está avaliada em 320 milhões de libras (370 milhões de euros), o que a coloca na 268ª posição na lista dos mais ricos do reino unido

 

onde vivem os membros da família real

o amplo partrimónio imobiliário da casa real, permite que cada membro da familia viva num palácio diferente e que ainda possa ir de férias para outros palácios e castelos. a rainha isabel ii e o seu marido, o príncipe filipe, vivem no palácio de buckingham; o príncipe carlos, camila e o príncipe harry vivem em clarence house; e os duques de cambridge e o pequeno príncipe george, residem em kensington palace

 

palácio de buckingham: é a residência oficial da rainha e quartel general da monarquia britânica. o palácio serve como residência real desde 1837, quando a rainha vitória decidiu mudar para aqui a corte. o palácio tem 775 quartos: 19 são de estado, 52 são reais e de convidados, 188 são para empregados e 92 estão destinadas a escritórios. o palácio tem ainda 78 casas de banho. a maior sala do palácio é a sala de banquetes que pode receber até 1.500 comensais. o palácio está aberto ao público quase todo o ano e a rainha recebe anualmente cerca de 50.000 visitantes em almoços, jantares ou recepções

buckingham

 

castelo de windsor: é o maior castelo em uso do mundo e residência oficial da realeza britânica nos últimos 900 anos. a rainha utiliza-o normalmente ao fim-de-semana e muda-se para aqui durante o mês da páscoa e na semana em junho em que decorrem as famosas corridas de ascot. o castelo está aberto ao público e, quando a rainha lá está, é possível ver o render da guarda

windsor

 

castelo de balmoral: está situado no estado de aberdeenshire, na escócia, e é uma residência privada da rainha. desde os tempos da rainha vitoria, balmoral transformou-se no local preferido da familia real para passar os meses de agosto e setembro. parte do edifício, incluindo os jardins e o salão de baile, estão abertos ao público desde abril até finais de julho

clica aqui e espreita os quartos privados da rainha neste castelo

balmoral

 

sandringham: tem título de residência real só há 150 anos e é propriedade privada da rainha. está dentro de uma propriedade gigantesca, com 8.000 hectares, onde trabalham 200 pessoas. a casa está rodeada por 24 hectares de jardins

sandringham

 

palácio de kensinghton: situado muito perto de hyde park, o edifício foi comprado em 1689 pelo rei william iii para escapar da corte do palácio de st. james, situado a poucos quilómetros. até 1760 foi o local preferido dos reis britânicos, mas tudo mudou com a rainha vitória, que decidiu mudar-se para o palácio de buckingham. a sua habitante mais famosa foi diana de gales, que viveu aqui depois de se separar do príncipe carlos. actualmente é neste palácio que vivem kate e william, os duques de cambridge, e o recém-nascido príncipe george. a mudança do casal para esta propriedade e a chegada do novo membro da familia obrigou a profundas reformas que foram avaliadas em mais de um milhão de euros

kensington

 

clarence house: situada junto ao palácio de st. james, foi construída em 1825 pelo arquitecto john nash. é a actual residência do príncipe carlos e de camila, bem como do príncipe harry. aqui viveu também a rainha mãe, entre 1953 e 2002, e também foi a morada de isabel ii, enquanto ainda era apenas princesa, e depois do duque de edimburgo, quando casaram em 1947. o edifício está aberto ao público durante os meses de verão e é o escritório oficial do príncipe de gales, que trabalha com mais de 350 organizações sem fundos lucrativos

clarence

 

palácio de st. james: construido em 1531 pelo rei henrique viii, foi residência real durante mais de 300 anos. continua a ser a sede oficial da coroa, apesar da familia real residir no buckingam palace desde 1837. hoje é utilizado para receber visitas de estado e eventos, sobretudo de carácter solidário

st_james

Artigo visto em idealista news
Publicidade

Para poder comentar deves