Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista.pt »

arrendamento

A nova fatura do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) deverá fazer com que os senhorios que ainda não avançaram com aumentos de renda o façam entretanto. A nova lei das rendas entrou em vigor há cerca de ano e meio – 12 de novembro de 2012 –, mas senhorios e inquilinos continuam a ter de fazer contas, isto porque já terão sido apresentados mais de 50 mil pedidos de comprovativo do RABC.

IMI começou a ser pago este mês.
Notícia sobre:
Habitação

A comissão que acompanha a implementação da lei das rendas vai reunir um mês antes do previsto, em maio, por indicação do Governo. A decisão de marcar o encontro para junho tinha sido tomada para evitar que fossem divulgadas conclusões antes das eleições europeias, que se realizam a 25 de maio. De referir, também, que a missão da Troika termina a 17 de maio.

Lei das rendas entrou em vigor em novembro de 2012 e tem criado muita polémica.
Notícia sobre:
Habitação

“Ofereço quarto a mulher necessitada. Casa com boas condições e localizada perto do Colombo [Lisboa] (...) A oferta é muito simples, disponibilizo o quarto com a serventia da casa, claro, e em troca quero encontros íntimos regulares”. Esta "oferta" consta de um anúncio online em Portugal e que segue uma tendência que começou com a crise nos EUA. 

Notícia sobre:
Habitação

A nova lei das rendas entrou em vigor há quase ano e meio, a 12 de novembro de 2012, mas o seu objetivo fulcral, a dinamização do mercado de arrendamento, ainda não foi cumprido. Na realidade, há cada vez mais portugueses interessados em ser inquilinos e não proprietários, mas só uma pequena parte dessa nova realidade se deve às novas regras

Nova Lei do Arrendamento Urbano entrou em vigor a 12 de novembro de 2012.
Notícia sobre:
Habitação

O Ministério das Finanças revelou que vai intensificar este ano as inspeções ao mercado de arrendamento, de forma a combater as “inúmeras situações” de irregularidade fiscal, no âmbito da política contra a fraude e a economia paralela.

O combate à fuga fiscal dos senhorios é uma das exigências da Troika.
Notícia sobre:
Habitação
Em causa estão arrendamentos feitos à margem da lei, cujos contratos não são comunicados às Finanças.

O combate à fraude e evasão fiscal no mercado de arrendamento permitiria ao Estado encaixar mais 300 milhões de euros por ano. Em causa está o facto de haver muitas casas com rendas clandestinas, cerca de 400 mil, pelo que há muitas pessoas a arrendar casa no mercado paralelo.

Notícia sobre:
Habitação
Lei do Arrendamento Urbano entrou em vigor em novembro de 2012 e está a criar muita polémica.

A lei do Arrendamento Urbano, que entrou em vigor em novembro de 2012, chegou a prever um instrumento – os chamados seguros de renda – que protegessem os senhorios dos inquilinos devedores, mas necessitava de uma regulamentação mais concreta, o que acabou por não acontecer.

Notícia sobre:
Habitação

O Balcão Nacional de Arrendamento (BNA) emitiu 1.630 títulos de despejo em 15 meses – entre janeiro do ano passado e 31 de março deste ano –, num total de 5.017 requerimentos, dos quais 3.651 foram recusados. Segundo dados do Ministério da Justiça, tratam-se de dados recolhidos diretamente da aplicação informática e por isso não consolidados.

Balcão Nacional de Arrendamento foi criado para agilizar o despejo de inquilinos incumpridores.
Notícia sobre:
Habitação

A comissão que acompanha a lei das rendas está preocupada com o prazo que os inquilinos têm para entregar o comprovativo de rendimentos aos senhorios. Em causa está a renovação da prova de carência que tem de ser feita pelos inquilinos todos os anos no mês em que a actualização de renda teve efeito.

Notícia sobre:
Habitação

Páginas