Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista.pt »

comprar casa

Há cada vez mais cidadãos chineses interessados em comprar casa em Portugal.

Os cidadãos chineses que compram casas em Portugal ao abrigo do programa dos Golden Visa (Vistos Dourados/Vistos Gold) querem rentabilizar o investimento. E, em regra, estão a exigir às imobiliárias e promotores uma espécie de "renda garantida", ao longo de 5 anos, no valor anual de 6% a 8% sobre o valor de compra, com a taxa de 6% a ser a mais comum.

Notícia sobre:
Habitação
Mercado de arrendamento está a ganhar casa vez mais adeptos em Portugal.

Comprar ou arrendar casa? Esta é uma questão que as pessoas colocam muitas vezes. Portugal é, por norma, um País de proprietários, mas este é um cenário que parece estar a mudar, já que as pessoas começam a encarar o mercado de arrendamento de outra forma. Mas qual será a solução mais vantajosa?

Notícia sobre:
Habitação
O ano passado foi o segundo melhor de sempre desde que a mediadora opera em Portugal.

A Remax vendeu 1.876 casas nos primeiros três meses do ano, mais 54% que no mesmo período do ano passado. Destas, 21 foram transacionadas por mais de 500.000 euros, o montante permitido tendo em vista a concessão de Golden Visa. Os dados foram revelados por Beatriz Rubio, CEO da Remax Portugal, na Convenção anual da empresa, que reuniu 1.300 profissionais, durante dois dias, no Centro de Congressos do Troia Design Hotel.

Notícia sobre:
Empresas

Este gráfico mostra a evolução do preço das casas na Zona Euro e na União Europeia (UE) desde 2005. Segundo o Eurostat, no último trimestre do ano passado, o preço da habitação caiu 1,4% na Zona Euro e 0,1% na UE face ao período homólogo.

Notícia sobre:
Habitação

No quarto trimestre do ano passado, o preço das casas em Portugal subiu 1,4% face aos três meses anteriores (período entre julho e setembro), mas desceu 0,6% quando comparado com os últimos três meses de 2012. A diminuição homóloga é inferior à registada na média dos países da Zona Euro (-1,4%), mas superior à da União Europeia (UE) – preços desceram 0,1%.

Em termos trimestrais, o preço da habitação aumentou 1,4% no quarto trimestre de 2013.
Notícia sobre:
Habitação
Edmund Phelps é professor de Economia Política e recebeu o prémio Nobel em 2006.

Comprar ou arrendar casa? Esta é uma pergunta que muitas pessoas fazem? Portugal, por exemplo, é um País de proprietários, apesar de o mercado de arrendamento estar a ganhar força. Mas não é assim em todo o lado. Veja-se o caso do Nobel da Economia Edmund Phelps, que tem 80 anos e vive num apartamento arrendado. “[O culto da propriedade de uma casa] não favorece a inovação”, explicou.

Notícia sobre:
Habitação
Em fevereiro, o crédito de cobrança duvidosa atingiu o máximo histórico de 2.446 milhões de euros.

As famílias estão a sentir cada vez mais dificuldades para pagar a prestação da casa ao banco. Segundo dados do Banco de Portugal (BdP), o crédito de cobrança duvidosa nos empréstimos à habitação bateu um novo recorde em fevereiro, atingindo o máximo histórico de 2.446 milhões de euros, mais 0,74% que em janeiro e mais 7,85% que no período homólogo.

Notícia sobre:
Crédito à habitação
Este mês, o maior banco nacional, a CGD, reviu o spread mínimo de 3,5% para 2,5%.

Boas notícias para quem está a pensar pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa. Isto porque a banca está a começar a reduzir os custos no crédito à habitação: desde dezembro, seis dos 12 maiores bancos a operarem no mercado português baixaram os respetivos spreads, uma tendência que chegou este mês ao maior banco nacional, a Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Notícia sobre:
Crédito à habitação
Em termos mensais, de fevereiro para março, a evolução dos preços também foi positiva (0,7%).

O preço das casas no Algarve aumentou 2,9% num ano. Segundo dados do Índice Confidencial Imobiliário (ICI), em março, assistiu-se a uma valorização de 2,9% no preço da habitação face ao período homólogo. Em termos mensais, a evolução dos preços também foi positiva, com um acréscimo de 0,7% face a fevereiro.

Notícia sobre:
Habitação
Em causa estão três lojas no Norte, três no Centro, quatro na Grande Lisboa e três no Sul do País.

A Remax já abriu 13 lojas em Portugal desde o início do ano: três no Norte, três no Centro, quatro na Grande Lisboa e três no Sul do País. Em comunicado, a empresa adiantou que quer contribuir “para dar continuidade à dispersão geográfica e à política de expansão e de liderança da marca”.

Notícia sobre:
Empresas

Páginas