Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista »

comprar casa

Há cada vez mais cidadãos chineses interessados em comprar casa em Portugal.

Os cidadãos chineses que compram casas em Portugal ao abrigo do programa dos Golden Visa (Vistos Dourados/Vistos Gold) querem rentabilizar o investimento. E, em regra, estão a exigir às imobiliárias e promotores uma espécie de "renda garantida", ao longo de 5 anos, no valor anual de 6% a 8% sobre o valor de compra, com a taxa de 6% a ser a mais comum.

Notícia sobre:
Habitação

Os bancos compensaram a descida das taxas Euribor verificada nos últimos anos com o aumento da margem retirada ao cliente, ou seja, o spread. Os contratos mais antigos de crédito à habitação têm beneficiado da baixa da componente dos juros e os mais recentes têm sido penalizados com o aumento dos spreads. Se juros e spread pesam agora 25% na despesa com o empréstimo da casa, em 2003 serviam para pagar metade da prestação.

Imagem - Bancos compensam descida das Euribor com aumento dos spreads
Notícia sobre:
Crédito à habitação
Imagem - Crédito à habitação: ministra quer que taxas negativas sejam refletidas nos contratos

A ministra das Finanças disse, no Parlamento, que os contratos de crédito à habitação celebrados “devem ser cumpridos”. Segundo Maria Luís Albuquerque, estes contratos “não têm nenhuma limitação à existência de taxas [Euribor] negativas”. Uma situação que, segundo a ministra, é valida para os empréstimos e para os depósitos, ou seja, implica pagar ao banco para ter lá o dinheiro.

Notícia sobre:
Crédito à habitação
Imagem - Radiografia do dia: Evolução do valor médio da avaliação bancária da habitação

Os bancos parecem estar mais disponíveis para emprestar dinheiro para a compra casa. Estão a baixar os spreads, na sequência da queda das taxas Euribor, o que faz com que a prestação da casa desça. Por outro lado, e segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o valor médio de avaliação bancária, realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação, ficou-se em 1.011 euros por m2 em fevereiro, mais 0,1% (um euro por m2) que em janeiro.

Notícia sobre:
Crédito à habitação

Cortes no salário, desemprego inesperado, dificuldades em pagar as prestações ao banco devido ao aumento do custo de vida, mudança de país ou um divórcio são alguns dos motivos mais comuns que levam os proprietários a precisar de vender a casa com urgência.A pressa joga a favor de quem quer comprar bem e barato. Para que possas descobrir verdadeiras "pechinchas" e fazer bons negócios, preparámos-te uma lista com "20 casas para venda urgente" anunciadas no idealista.pt. A partir de 25 mil euros tens várias oportunidades de norte a sul do país. E a maioria dos imóveis custa até 80000 mil euros.

Imagem - 20 casas para venda urgente
Notícia sobre:
Habitação
Imagem - Crédito à habitação: juros e prestação voltam a descer em fevereiro

A taxa de juro implícita no crédito à habitação manteve, em fevereiro, a tendência decrescente iniciada em agosto do ano passado, fixando-se em 1,325% (menos que os 1,340% verificados em janeiro). Já a prestação média vencida para o conjunto dos empréstimos diminuiu um euro face a janeiro, fixando-se em 241 euros.

Notícia sobre:
Crédito à habitação
Imagem - Sinais de mudança no imobiliário (para quem compra e vende)

Após a crise em que mergulhou o mercado imobiliário nos últimos anos, parece haver agora sinais de mudança. E nas placas nas janelas das casas começa a ler-se a expressão “vendido” em vez de “à venda”. E os sinais são favoráveis tanto para o vendedor como para o comprador, sendo possível concluir que é uma boa altura para aproveitar a tendência e comprar casa.

Notícia sobre:
Habitação
Imagem - Crédito à habitação: quais os bancos que estão a dar os melhores spreads?

Vários bancos a atuar em Portugal estão a baixar o valor mínimo dos spreads cobrados no crédito à habitação. Em fevereiro, a CGD deu o tiro de partida com valores abaixo dos 2% e a tendência está a ser seguida por várias instituições privadas. O Santander Totta, depois da Caixa de Crédito Agrícola, também já oferece spreads deste nível e em geral todos os grandes bancos estão a rever em baixa os prémios que aplicam nos empréstimos à habitação.

Notícia sobre:
Crédito à habitação

Boas notícias para quem está a pensar pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa. Os bancos parecem estar mais disponíveis para financiar a aquisição de habitação e começam a baixar os spreads. Depois do BCP e da CGD terem baixado os spreads – o banco estatal para menos de 2% –, foi agora a vez do Santander e do Crédito Agrícola (CA) o fazerem – o CA também para valores abaixo dos 2%.

Imagem - Crédito à habitação: privados imitam CGD e Crédito Agrícola lança spreads abaixo de 2%
Notícia sobre:
Crédito à habitação

Comprar casa é hoje mais caro do que nos últimos anos. Segundo dados do Índice Confidencial Imobiliário (Índice Ci), portal de estatísticas residenciais que agora analisa os valores finais de venda e não os de oferta, como anteriormente, os preços dos imóveis subiram 1,2% em 2014. É a primeira vez em sete anos (desde 2007) que o preço das casas aumenta.

Vista panorâmica da cidade do Porto.
Notícia sobre:
Habitação

Páginas