Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista.pt »

comprar casa

Há cada vez mais cidadãos chineses interessados em comprar casa em Portugal.

Os cidadãos chineses que compram casas em Portugal ao abrigo do programa dos Golden Visa (Vistos Dourados/Vistos Gold) querem rentabilizar o investimento. E, em regra, estão a exigir às imobiliárias e promotores uma espécie de "renda garantida", ao longo de 5 anos, no valor anual de 6% a 8% sobre o valor de compra, com a taxa de 6% a ser a mais comum.

Notícia sobre:
Habitação

Boas notícias para quem quer pedir dinheiro empestado ao banco para comprar casa, isto porque a maioria dos bancos já cortou os spreads e pratica taxas mínimas de até 2,5%. O último a fazê-lo foi o Barclays, que já anunciou que vai sair do retalho em Portugal.

Notícia sobre:
Crédito à habitação

Comprar casa em Portugal é hoje mais caro que há um ano. Segundo dados do Eurostat, no segundo trimestre do ano passado, o preço das habitações subiu 5,9% face ao período homólogo. Quando comparado com os primeiros três meses deste ano, os imóveis encareceram 1,6%.

Notícia sobre:
Habitação

As casas dos bancos podem ser boas oportunidades de negócio. Para te ajudar a encontrar imóveis com preços de desconto face ao mercado, o idealista.pt preparou uma lista com as 50 casas mais baratas em Portugal, que pertencem a bancos e estão agora à venda, através de agentes do mercado imobiliário. Há uma por 17.000 euros, várias por menos de 50.000 e outras tantas até 95.000.

Notícia sobre:
Top idealista
Entre o terceiro trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2013, as rendas caíram 6%.

Em Portugal reina a cultura de ter casa própria, mas esta é uma tendência que parece ter os dias contados, já que há cada vez mais portugueses “apostados” em ser inquilinos. E os preços das rendas dão força a este cenário. “As rendas têm vindo a ajustar. Houve, desde 2010, uma queda de 14%. Entre o terceiro trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2013, as rendas caíram 6%. No segundo trimestre de 2014 subiram e agora o ajustamento está feito”, disse Ricardo Guimarães, diretor da revista Confidencial Imobiliário.

Notícia sobre:
Habitação

Nos primeiros nove meses do ano foram vendidos em Portugal 75.000 imóveis (urbanos, rústicos e mistos), sendo que só no terceiro trimestre registaram-se 27.000 transações, mais 8% que no período homólogo. Segundo dados do Gabinete de Estudos da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), 17.300 dos 75.000 imoveis transacionados (23%) foram vendidos a cidadãos estrangeiros.

Visa panorâmica sobre a cidade de Lisboa.
Notícia sobre:
Habitação

O grupo australiano de meios de comunicação News Corporation, presidido por Rupert Murdoch e proprietário do diário The Wall Street Journal, comprou o site imobiliário Move, dono do portal Realtor.com – site da associação norte-americana de agentes imobiliários –, por 950 milhões de dólares (750 milhões de euros).

Notícia sobre:
Internacional
Taxas Euribor estão em mínimos históricos, o que faz com que a prestação da casa não aumente.

Nestes últimos tempos têm surgido notícias constantes sobre os valores mais baixos de sempre das taxas de referência, ou seja, a Euribor nunca esteve tão baixa, um fenómeno que tem especial relevância para quem tem crédito à habitação. Mas não será sempre assim, já que as Euribor mais tarde ou mais cedo vão voltar a subir. Será que estás preparado para ver a prestação da casa aumentar?

Notícia sobre:
Crédito à habitação

Comprar ou arrendar casa? Esta é a questão que muitos portugueses colocam. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), num ano, do segundo trimestre de 2014 para o segundo trimestre de 2013, o preço das casas aumentou 5,9%. Trata-se de uma taxa de variação homóloga superior 1,9% quando comparada com os primeiros três meses do ano.

Vista panorâmica de Lisboa.
Notícia sobre:
Habitação

Boas notícias para quem pediu dinheiro emprestado ao banco para comprar casa e vê o respetivo contrato de crédito à habitação ser revisto em outubro. Isto porque o valor da prestação deve baixar entre 2% e 3%. Trata-se da maior queda na mensalidade dos últimos dois anos.

Mensalidade a pagar ao banco deve baixar entre 2% e 3%.
Notícia sobre:
Crédito à habitação

Páginas