Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista.pt »

habitação

O custo da construção nova em Portugal continental subiu em janeiro deste ano, face ao mês anterior, mas tratou-se de um aumento inferior ao verificado no último mês do ano passado. “O Índice de Custos de Construção de Habitação Nova passou de uma variação homóloga de 0,9% em dezembro de 2013 para 0,4% em janeiro de 2014”, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Notícia sobre:
Habitação

A Century 21 já abriu seis novas lojas este ano, que estão localizadas em Cascais, Sesimbra, Porto e Póvoa do Varzim. A expansão da marca acontece uma altura em que há muitos imóveis da banca no mercado e em que muitos proprietários têm urgência em vender as respetivas casas, o que torna os preços mais reduzidos.

Notícia sobre:
Empresas
Fonte: idealista News

Este gráfico mostra a evolução, desde 1971, do índice de acessibilidade à habitação nos EUA. Como é possível constatar, a referida evolução permite concluir que a capacidade de compra e venda de casas mantém-se, mas registou-se uma subida elevada das taxas de juros e preços.Ver outras radiografias do dia

Notícia sobre:
Internacional
Quem compra tenta negociar bastante os preços e quem vende nem sempre está disposto a baixá-los.

Os últimos dados permitem concluir que o setor imobiliário português começou a recuperar, sendo que o mercado de arrendamento ganha força e são vendidas menos casas que em anos anteriores. Conclusão: quem compra tenta negociar bastante os preços, procurando pechinchas, e quem vende nem sempre está disposto a baixá-los.    

Notícia sobre:
Habitação

As casas desceram de preço em janeiro, interrompendo uma tendência de subidas que se mantinha há três meses. Segundo dadosdo Índice Confidencial Imobiliário (ICi), no primeiro mês do ano, os preços dos imóveis baixaram 0,3% face ao mês anterior e 0,9% comparativamente com o período homólogo.De acordo com o Pùblico, que se apoia nos dados do ICi – relativos ao território continental e calculados a partir de dados das mediadoras imobiliárias –, o preço das casas novas registou uma queda de 0,7% de dezembro para janeiro. No caso das habitações usadas, a descida de preços foi de 0,1%.Em termos anuais, os fogos novos ficaram 0,2% mais caros e os usados ficaram 1,7% mais baratos.

Notícia sobre:
Habitação

Às sextas-feiras o idealista News mostra-te três casas especiais que estão anunciadas no idealista.pt. São casas bonitas, com arquiteturas diferentes e localizações únicas, que estão à venda no portal e que podes "visitar" apenas com um clique. Estas são as casas da semana:T4 em condomínio de luxo em LisboaMoradia de luxo no PortoMoradia com piscina em Faro

Notícia sobre:
Top idealista
Mensalidade sobe nos contratos indexados à Euribor a três e seis meses.

No caso dos contratos indexados à Euribor mais curta, a prestação irá subir 0,9% em março, cerca de 3,05 euros (para 335,04 euros), isto tendo em conta um empréstimo de 100 mil euros a 30 anos e com um spread de 1%. Já nos créditos indexados à Euribor a seis meses, e mediante o mesmo cenário, a mensalidade terá um agravamento de 0,6%: aumenta 2,13 euros, para 339,72 euros.

Notícia sobre:
Crédito à habitação

O Ministério das Finanças informou que o Valor Patrimonial Tributário (VPT) de todos os imóveis é atualizado a cada três anos. Em resposta às críticas da Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, que disponibilizou um simulador online para determinar o valor do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) a pagar, denunciando “ineficiências no cálculo” do mesmo, a tutela adiantou que o VPT de “todos os prédios urbanos habitacionais são atualizados pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) de três em três anos, nos termos do Código do IMI”.

Notícia sobre:
Habitação
Estrangeiros que comprem casas por mais de 500 mil euros podem ter Golden Visa.

A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) estima que o investimento feito em Portugal através do programa de Autorização de Residência para Atividades de Investimento (ARI) foi, até à data, “de aproximadamente 336 milhões”. Em comunicado, a entidade adianta que “cerca de 300 milhões dizem respeito à aquisição de bens imóveis”.

Notícia sobre:
Habitação

Páginas