Notícias sobre o mercado imobiliário e economia Ir a idealista »

mercado imobiliário

O preço da habitação para arrendar parece ter estabilizado em Espanha, terminando o ano com um ligeiro aumento de 2,6%, com o metro quadrado (m2) médio a custar 7 euros por mês. Apesar de Jaén ser a cidade espanhola onde mais subiram os preços em 2014 (10,4%), Barcelona continua a ser a cidade mais cara do país vizinho (12,5 euros/m2), tendo registado uma subida de preços na ordem dos 7,4% durante os últimos 12 meses.

Vista panorâmica de Barcelona.
Notícia sobre:
Habitação
Vista panorâmica sobre Lisboa.

O setor imobiliário comercial em Portugal terá fechado o ano de 2014 com um investimento na ordem dos 715 milhões de euros em 2014, de acordo com as previsões apontadas pela consultora imobiliária JLL no seu mais recente Market Pulse. Os investidores estrangeiros são os grandes responsáveis por esta nova dinâmica do mercado nacional.

Notícia sobre:
Investimentos

O investimento em imobiliário comercial está a crescer a olhos vistos. Nos primeiros seis meses do ano foram fechados em Portugal mais de dez negócios neste segmento de mercado, tendo o volume de transações superado os 110 milhões de euros.

Estrangeiros foram responsáveis por mais de 70% do volume total de investimento.
Notícia sobre:
Escritórios

A produção na construção cresceu 6,7% na Zona Euro e 5,5% na União Europeia (UE) em fevereiro face ao mesmo mês do ano passado, segundo dados do Eurostat. Em Portugal verificou-se uma tendência inversa, já que o país registou a segunda maior descida homóloga (-11,5%). Pior só mesmo a Roménia (-14,7%).

Notícia sobre:
Habitação

A venda de casas em Portugal caiu 55% em 12 anos, entre 2000 e 2012. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), que tem por base dados da Direção-Geral da Política de Justiça, no período em causa, a região que registou a maior quebra foi Lisboa, com um decréscimo a rodar os 70%. Em situação inversa encontra-se os Açores, com descidas de 45%.

Notícia sobre:
Habitação

A Segurança Social tem 83 imóveis à venda, através do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS), por 26,1 milhões de euros. Em causa estão prédios em zonas nobres de Lisboa, como por exemplo o Chiado, e noutras cidades, bem como armazéns, terrenos ou quintas no Douro e em Évora.

Em causa estão imóveis em zonas nobres de Lisboa e de outras cidades, como por exemplo Évora.
Notícia sobre:
Habitação
É um sinal de que o mercado imobiliário está a recuperar da crise.

As casas demoram, em média, 14 meses a ser vendidas. Trata-se, segundo o barómetro mensal Imovirtual Market Index (IMI), de um bom sinal para o setor, já que permite concluir que os imóveis levam agora menos tempo a ser absorvidos pelo mercado. No mercado de arrendamento, as casas demoram quatro meses a encontrar inquilino.

Notícia sobre:
Habitação
Quem compra tenta negociar bastante os preços e quem vende nem sempre está disposto a baixá-los.

Os últimos dados permitem concluir que o setor imobiliário português começou a recuperar, sendo que o mercado de arrendamento ganha força e são vendidas menos casas que em anos anteriores. Conclusão: quem compra tenta negociar bastante os preços, procurando pechinchas, e quem vende nem sempre está disposto a baixá-los.    

Notícia sobre:
Habitação

Páginas