Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Vendem-se mais casas usadas que novas (e preço está a subir o dobro)

As casas têm vindo a subir constantemente em Portugal e o aumento médio nacional dos preços é, sobretudo, mais significativo nas habitações usadas, ainda que os imóveis novos também estejam mais caros e se vendam cada vez mais. No total, o valor das vendas no segundo trimestre deste ano atingiu os 6,2 mil milhões de euros, mais 34,9% do que no mesmo período de 2017. Tudo isto (e muito mais que te contamos agora) mostram os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A região Norte, a segunda com o maior número de transações (29,1%), ultrapassou pela primeira vez o limiar das 13 000 transações / Gtres
Notícia sobre:

Oito imóveis do Centro Hospitalar de Lisboa Central vão a leilão esta quinta-feira

O Centro Hospitalar de Lisboa Central vai leiloar, a 27 de setembro, oito imóveis localizados no centro histórico da capital. Eram nove os imóveis que iam a leilão, mas a Câmara Municipal de Lisboa anunciou entretanto que iria comprar um dos edifícios, onde funciona uma creche.

Notícia sobre:

Governo quer saber qual é o tempo médio que uma família permanece numa casa

O Governo quer saber qual é o tempo médio de permanência de uma família numa habitação nos vários regimes existentes. O anúncio foi feito pela secretária de Estado da Habitação Ana Pinho, que adiantou que o Executivo está a recolher mais informações sobre a matéria.

Notícia sobre:

Lei “esquecida” faz com que fundos imobiliários mantenham isenção de IMT

A isenção de Imposto Municipal sobre Transmissões (IMT) dos fundos de investimento imobiliário, que se julgava estar extinta desde 2016, afinal mantém-se. Isto porque não foi revogada uma lei de 1987, o que acabou por manter o benefício fiscal. Os pedidos de devolução do imposto já ultrapassam os 20 milhões de euros.

Notícia sobre:

Só o consórcio Amorim/Vanguard está na corrida à compra dos ativos da Herdade da Comporta

O consórcio formado pelo fundo Vanguard Properties e pela Amorim Luxury foi o único a entregar uma proposta vinculativa para comprar os ativos imobiliários do Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado (FEIIF) da Herdade da Comporta. A mesma será analisada em outubro em assembleia-geral.

Notícia sobre:

Imobiliário de luxo ao rubro: Quintela e Penalva faz 134 vendas em seis meses por 94 milhões

A imobiliária Quintela e Penalva – Real Estate realizou no primeiro semestre do ano 134 negócios, num valor total de 94 milhões de euros em volume de transação de vendas. A área residencial representou 71% das vendas, sendo que o valor médio por transação foi de 700.000 euros.

Notícia sobre:

Gigante da canábis quer investir 20 milhões em Portugal e recrutar 100 pessoas

A empresa canadiana Tilray – já é a mais valiosa do mundo no setor de canábis e está ao rubro na bolsa – estima investir, até 2020, cerca de 20 milhões de euros em Portugal na produção de canábis medicinal para abastecer o mercado europeu, e recrutar até ao final do ano 100 pessoas para a sua unidade de produção em Cantanhede, Coimbra.

Notícia sobre:

Adeus plástico? As marcas que estão já a reduzir o uso deste material

Há cada vez mais marcas a dizer adeus ao plástico. Ou pelo menos a tentar. McDonald’s, Starbucks, Lidl, IKEA, Adidas, Marriott, Intermarché e PepsiCo, são alguns dos nomes que já mostraram comprometidos com a redução do consumo de plástico. Como? Retirando das suas lojas os produtos de uso único e descartável, como palhinhas, pratos, copos, sacos de congelação ou de lixo.

Notícia sobre:

Dois em cada cinco carros portugueses têm mais de 15 anos

Os carros portugueses estão a ficar cada vez mais “velhos”. A idade média das viaturas passou de 7,2 anos em 2010, para 12,6 anos em 2017. Segundo as contas da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), em sete anos o número de ligeiros de passageiros com mais de 15 anos também aumentou: passou de 863.496 para 1.886.899. Um aumento de mais de um milhão de viaturas.

Notícia sobre:

As casas mais vistas do dia

As casas mais vistas do dia
Notícia sobre:

Medina afasta-se do "discurso populista" contra o Alojamento Local em Lisboa

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, considera que “vivemos num extraordinário momento”, que é preciso “saber aproveitar”. Defende o equilíbrio entre a pressão turística e a qualidade de vida de quem vive e trabalha na cidade, mas não alinha no “discurso populista” que pôs de baixo de fogo o negócio do Alojamento Local.

Presidente da CML diz que há zonas que precisam de contenção e outras de expansão: “Alfama não é Benfica, não é o Lumiar" / Câmara Municipal de Lisboa
Notícia sobre: