Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Queres meter a “casa da avó” a render 8.000 euros em quatro meses? O home staging dá-te uma ajuda

Autor: Redação

Ensinar a aproveitar e valorizar ao máximo o potencial de cada espaço e tornar as casas mais atrativas é o objetivo da rubrica quinzenal do idealista/news, assegurada pela Home Staging Factory.

Há muitas casas de férias ou segundas habitações votadas ao abandono, desaproveitadas ou simplesmente com pouca utilização, que acabam por ser uma dor de cabeça para os proprietários em vez de uma mais valia.

Com os encargos imobiliários a aumentar e as constantes despesas de manutenção, os proprietários ou investem em novas soluções ou correm o risco de ter de vender o património.

Quando a casa tem uma boa localização e potencial para turismo, o arrendamento temporário pode ser uma solução muito vantajosa. Os inquilinos pagam antecipadamente, ficam pouco tempo na casa e há um cuidado extra com a propriedade sob pena de ficarem sem a caução ou terem um “bad review” nos websites de arrendamento temporário.

Mas atenção, nem todas as casas junto ao mar, com piscina ou com traça, conseguem atrair turistas e ter uma boa taxa de ocupação e um preço por noite elevado. Como em todos os mercados, só os melhores vencem. E neste caso, os melhores são os que investem na preparação da casa para responder às necessidades e desejos de quem procura um bom espaço para passar férias.

Uma decoração convidativa, um espaço confortável e acolhedor, cozinha e casas de banho práticas, modernizadas e funcionais e alguns pormenores que evidenciam uma atenção especial de quem recebe podem ser alguns trunfos no momento decisivo.

Com a ajuda de profissionais especializados na preparação e decoração de casas para arrendamento temporário é possível transformar espaços desaproveitados em casas para turismo em menos de um mês e converter custos em rendimentos.