Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

lisboa, a cidade que chama por investimento estrangeiro (fotos)

a comitiva durante a visita ao convento do desagravo
Autores: @Frederico Gonçalves, Luis Manzano

conhecer o que de melhor está a ser feito em lisboa em termos de reabilitação e o potencial de investimento existente na capital neste sector. foi com este objectivo que a comissão organizadora do salão imobiliário de portugal (sil) organizou uma visita – na qual marcaram presença cerca de 20 investidores estrangeiros – a três locais emblemáticos da cidade: os elevadores da baixa, o convento do desagravo e o palácio machadinho. o idealista news acompanhou o périplo que visou captar o interesse de investidores estrangeiros pelo imobiliário nacional 

após a recepção aos convidados no palácio da mitra, em marvila, os investidores internacionais - oriundos de angola, brasil, cabo verde e moçambique - seguiram viagem para o centro histórico de lisboa, para verem de perto o trabalho de reabilitação realizado nos elevadores públicos da cidade. inaugurado a 31 de agosto deste ano, o elevador da baixa ao castelo de são jorge visa facilitar a subida à colina do castelo para quem vem da baixa. do topo, a vista sobre a capital é de perder o fôlego, e deliciou os presentes

em “passo de corrida”, a comitiva, liderada por luís lima, presidente da comissão de organização do sil, da apemip e da cimlop, rumou ao convento do desagravo, localizado no campo de santa clara, junto ao panteão nacional. trata-se de um edifício construído entre 1780 e 1783 que foi devastado pelo terramoto de 1755. foi, depois, mantido como convento até 1901, tendo “passado” (em 1916) para as mãos do estado. actualmente está a ser reabilitado. o presente edifício vai substituir cinco equipamentos escolares, passando a dispor de 16 salas de aula do 1º ciclo, três salas de actividades de jardim de infância e vários espaços destinados a valências curriculares e extra-curriculares

com uma área bruta de 9.800 m2, o convento do desagravo teve um valor global de quase 3,5 milhões de euros. susana fraque, projectista da câmara e uma das responsáveis pelo projecto de reabilitação, contou ao idealista news que a obra estará “pronta no início do próximo ano lectivo

por fim, a comitiva visitou as instalações do palácio do machadinho, na rua do machadinho, nas imediações da assembleia da república. trata-se de um espaço com 3.000 m2 e quatro pisos, no qual está a funcionar o departamento de património cultural da câmara municipal de lisboa. “isto daria um óptimo hotel de charme, comentaram dois investidores”. certo é que o edifício está à venda, sendo que a autarquia colocará o mesmo em hasta pública, desde que haja ofertas

clica aqui para saberes tudo sobre o sil 2013

Artigo visto em
(idealista news)