Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Índice de preços do idealista

Últimas notícias sobre "Índice de preços do idealista" publicadas em idealista.pt/news

Preços das casas no Porto

Preço das casas para comprar em Portugal subiu 7,4% no último ano

Notícia sobre:

Preço das casas para arrendar desce 6,3% num ano

Os preços das casas para arrendar em Portugal desceram 6,3% em apenas um ano, considerando os dados de maio de 2021 e o mesmo mês do ano passado. Segundo o índice de preços do idealista, arrendar casa tinha um custo de 11 euros por metro quadrado (euros/m2) no final do mês de maio de 2021. Já em termos trimestrais, a descida foi de 0,8%.

Notícia sobre:
Freepik

Quais as cidades do sul da Europa onde é maior o esforço para pagar a renda da casa?

Milão é a cidade do sul da Europa onde a taxa de esforço das famílias para o pagamento da renda de uma casa é maior: 42,6%. Um valor superior ao registado, por exemplo, em Madrid/Espanha (36,3%) e Lisboa (35,8%). Destaque para outra cidade portuguesa, Setúbal, que se encontra no segundo lugar do ranking (40,6%). Em causa está um estudo do idealista, que cruzou os preços de arrendamento de março de 2021, nas metrópoles de Itália, Espanha e Portugal, com a estimativa de rendimentos líquidos familiares nesse mesmo período de tempo.

Notícia sobre:
Gtres

Preço das casas sobe em tempos (e ano) de pandemia: aumenta 5,9% em 2020

Os preços das casas em Portugal subiram 5,9% em 2020, em plena pandemia da Covid-19, fixando-se em 2.147 euros por metro quadrado (m2). Em relação à variação trimestral, o aumento foi de 2,7% nos últimos três meses do ano, segundo o índice de preços do idealista. No terceiro, segundo e primeiro trimestres, os preços tinham crescido 1%, 0,5% e 1,6%, respetivamente.

Notícia sobre:
Gtres

Preço das casas sobe 1,6% em Portugal no primeiro trimestre de 2020 – antes dos efeitos da pandemia

Os preços das casas em Portugal subiram 1,6% no primeiro trimestre de 2020 face ao trimestre anterior, fixando-se em 2.060 euros por metro quadrado (m2). Em termos anuais, ou seja, face aos primeiros três meses do ano passado, o aumento foi de 11,4%. Em causa estão dados do índice de preços do idealista. 

Notícia sobre:
Gtres

Preço das casas em Portugal sobe 13,3% em 2019 – supera pela primeira vez os 2.000 euros por m2

É caso para dizer que contra números não há argumentos: comprar casa é cada vez mais caro em Portugal. Em 2019, os preços subiram 13,3% face ao ano anterior, para 2.028 euros por metros quadrado (m2), segundo o índice de preços do idealista. É a primeira vez que é ultrapassada a barreira dos 2.000 euros por m2.

Notícia sobre:

Preço das casas sobe 2,5% em Portugal no terceiro trimestre de 2019 – é o menor aumento do ano

O mercado de compra e venda de casas continua ao rubro em Portugal, com os preços a subirem 2,5% no terceiro trimestre de 2019 face ao trimestre anterior, para 1.981 euros por metro quadrado (m2), segundo o índice de preços do idealista.

Notícia sobre:

Preço das casas sobe 4,5% em Portugal no segundo trimestre de 2019

O preço das casas voltou a subir 4,5% no segundo trimestre do ano, fixando-se nos 1.932 euros por m2, segundo o índice de preços do idealista - num aumento de 16% em termos homólogos.

Notícia sobre:
A Área Metropolitana de Lisboa é a região mais cara para comprar casa / Gtres

Preço das casas sobe 3,3% em Portugal no primeiro trimestre de 2019

Comprar casa em Portugal está cada vez mais caro. O preço das casas voltou a subir 3,3% nos primeiros três meses do ano – face ao último trimestre de 2018 –, fixando-se nos 1.849 euros por metro quadrado (m2).

Notícia sobre:
Braga foi a capital de distrito onde mais subiram os preços na reta final de 2018

Preço das casas sobe 6,6% em Portugal no último trimestre de 2018

O mercado imobiliário nacional fechou o ano de 2018 em alta. E para comprar casa no país é cada vez preciso “abrir mais os cordões à bolsa”. Em três meses, os preços subiram 6,6%, situando-se nos 2.101 euros por metro quadrado (m2) no último trimestre do ano. Lisboa, Porto e Funchal continuam a ser as cidades mais caras, ainda que Braga tenha visto crescer os preços em flecha, segundo o índice de preços do idealista.

Notícia sobre: