Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Portugueses pagaram 1.114 milhões em portagens em 2018 – foram três milhões por dia

Lusoponte
Lusoponte
Autor: Redação

As receitas de portagens renderam às concessionárias cerca de 1.114 milhões de euros em 2018, mais 79 milhões que em 2017. Quer isto dizer que os automobilistas deixaram nas 172 praças de portagens uma média de três milhões de euros por dia no ano passado, um valor recorde.

Segundo o Correio da Manhã, que se apoia em dados da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP), o valor médio arrecado cresceu 1,42% em 2018, sendo que o valor total da receita aumentou 7,6% em relação a 2017, ano em que foi superada pela primeira vez a fasquia dos mil milhões de euros em receita.

A Brisa lidera a tabela das receitas com 592,6 milhões de euros, quase metade do total arrecadado pelas estradas geridas pelos privados. Segue-se a Lusoponte, que gere as pontes 25 de Abril e Vasco da Gama, com 82,3 milhões de euros arrecadados, escreve a publicação.

No que diz respeito às zonas de maior tráfego, é nos seis quilómetros da ponte 25 de Abril, pontuados por 16 portagens, que se concentra maior tráfego rodoviário do país. O tráfego no total das autoestradas aumentou 2,6% em 2018, tendo sido verificada uma subida do tráfego em todas as vias de Portugal.

De acordo com a APCAP, o número de áreas de serviço aumentou também no ano passado para 146, mais do dobro de 2017.