Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Alemã Patrizia quer investir 500 milhões em imobiliário em Portugal e Espanha até 2020

Fundo alemão comprou um quarteirão no Cais do Sodré (Lisboa), em julho deste ano, por cerca de 28 milhões de euros, que será transformado num hotel.

O imóvel de 6.200 m2, localizado no Cais do Sodré / Patrizia
O imóvel de 6.200 m2, localizado no Cais do Sodré / Patrizia
Autor: Redação

A empresa alemã de investimentos imobiliários Patrizia quer “engordar” o seu portefólio imobiliário em Portugal e Espanha até 2020, onde pretende investir até 500 milhões de euros. O fundo possui atualmente uma carteira 30 ativos no mercado ibérico, nos segmentos de hotéis, escritórios, residencial e logística, no valor de mais de 1.000 milhões de euros, e tem agora planos para crescer.

“Queremos tornar-nos num dos principais atores deste mercado”, refere Eduardo Roda, novo diretor-geral da Patrizia para Portugal e Espanha, em entrevista ao Cinco Días. O fundo pretende com este investimento reduzir a sua exposição ao mercado alemão, que atualmente detém 64% de seu portfólio, e expandir o número de ativos sob gestão em outros países europeus.

O foco da empresa estará nos segmentos de escritórios, residencial e logística, com especial interesse nas cidades de Barcelona, ​​Madrid, Málaga e Lisboa, refere por outro lado o Eje Prime. No residencial, neste caso, o objetivo passa pelo investimento em “build to rent”, um segmento que atrai muitos investidores internacionais devido à necessidade de criar um parque de arrendamenti«o que responda à forte procura das famílias.

Entre os seus ativos tem agora, por exemplo, o armazém que a Amazon ocupa em Getafe, nos arredores de Madrid, um projeto habitacional de luxo na Claudio Coello 108 e a loja da Adidas na Gran Vía, ambos no centro da capital espanhola, e ainda um futuro projeto de escritórios no distrito 22@ de Barcelona. Em Portugal, destaca-se a compra de um quarteirão no Cais do Sodré, em julho deste ano, por cerca de 28 milhões de euros , que será transformado num hotel de quatro a cinco estrelas com mais de 100 quartos.

A empresa alemã conta com 35 anos de experiência no mercado imobiliário e 42.000 milhões de euros em ativos administrados em todo o mundo. Investe em Espanha desde 1986 e tem um escritório em Madrid desde 1999. Possui 24 escritórios em todo o mundo, 19 deles na Europa.