Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Como tornar uma casa mais ecológica para vender: seis dicas úteis

Investir numa renovação sustentável pode valorizar o imóvel e até reduzir o tempo de venda.

Pexels
Pexels
Autor: Redação

Tornar a casa mais ecológica mesmo com pequenos cuidados, melhorando a perceção da propriedade, especialmente para vender, é fundamental. Investir numa renovação sustentável pode mesmo valorizar o imóvel e até reduzir o tempo de venda, segundo a Dove.it, que apresenta cinco dicas utéis para otimizar o potencial de uma casa, tornando-a “mais verde”.

1. Otimizar o potencial energético com telhados ecológicos

O primeiro elemento responsável pelo elevado consumo de energia é o telhado. Para casas mais antigas, o telhado pode ser a principal causa de perda de calor no inverno e de frio no verão. O isolamento da cobertura permite aumentar a sua capacidade de isolamento e para consegui-lo, recomenda-se a utilização de materiais amigos do ambiente. Nos últimos anos, alguns arquitetos criaram relva nos telhados que são chamados de "telhados verdes", que permitem um maior isolamento térmico da casa e tornam o ar circundante mais limpo.

2. Minimizar o consumo de energia não renovável

Nos últimos anos, as fontes renováveis ​​sofreram uma queda acentuada nos custos devido ao avanço tecnológico. De entre as tecnologias disponíveis, recomenda-se a escolha de painéis solares, usinas eólicas, sistemas geotérmicos e biomassas. O excedente de produção de energia pode ser vendido para a rede ou armazenado em acumuladores para uso nos momentos de maior necessidade. Além disso, as usinas renováveis ​​não só permitem o fornecimento de eletricidade, mas também podem ser usadas para produzir água quente sanitária.

3. Melhorar o isolamento térmico, eliminando correntes de ar

O isolamento é essencial para qualquer renovação ecológica, até porque 40% da perda de calor de uma casa se deve à falta dele. As janelas, em particular, são responsáveis ​​pela dispersão de 10-15% do calor dentro de uma casa. Substituir as janelas antigas e optar por vidros duplos ou triplos permitiria um melhor isolamento. As janelas de nova geração, por exemplo, são feitas de alumínio com rutura térmica e permitem um isolamento muito mais eficaz. Se as novas janelas e portas não puderem ser uma opção, é importante selar novamente as existentes e quaisquer outras áreas com correntes de ar.

4. Criar um sistema de irrigação com água da chuva

Milhares de litros de água da chuva caem nos telhados todos os anos, então porque não coletá-la? Essa água pode ser usada para muitas atividades numa casa. Uma solução é instalar um sistema de irrigação para as plantas com água da chuva ou, para economizar no consumo de água, podem ser instalados sistemas de reciclagem de água.

5. Usar materiais eco-sustentáveis ​​também na manutenção

Não só durante uma reforma extraordinária, mas também na manutenção mais simples, é necessário selecionar materiais de origem sustentável, que para serem considerados como tal devem respeitar o meio ambiente em termos de impacto ambiental e não devem ser prejudiciais para as pessoas que vivem no interior do edifício

6. Escrever um anúncio que destaque as vantagens "verdes"

Comprar uma casa continua a ser uma experiência emocional. Aqueles que são sensíveis ao assunto querem saber se o imóvel está de acordo com seus valores e muitas vezes está disposto a pagar mais se a compra atender plenamente às suas necessidades de eco-sustentabilidade. Por este motivo, a Dove.it sugere colocar no anúncio de venda os trabalhos realizados com este propósito, para aumentar o valor percebido.