Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Este hotel rural em Espanha vai a leilão por 1 euro

O Tejarejo, na província de Toledo, está avaliado em mais de 600.000 euros e ocupa um terreno com 37.000 m2, tendo nove quartos.

Hotéis em leilão
Escrapalia.com
Autor: Redação

Um hotel rural, localizado em La Iglesuela del Tiétar, na província de Toledo, Espanha, vai a leilão por um preço simbólico: apenas 1 euro. O Tejarejo, como se chama o hotel, que está avaliado em 617.000 euros, tem 719 metros quadrados (m2) úteis e 37.000 m2 de terreno e dispõe de nove quartos com capacidade para duas a quatro pessoas, além de ter zona de estacionamento, piscina exterior com área de jardim e terraço, sauna, três salas de reuniões, restaurante, bar, biblioteca e duas salas de cinema.

Hotéis em leilão
Escrapalia.com
Hotéis em leilão
Escrapalia.com
O leilão extrajudicial, decorrente da liquidação de uma empresa localizada na província de Toledo, estará aberto entre 14 de setembro e 16 de novembro, até às 12h30, e é realizado através da plataforma de leilões online Escrapalia.

A propriedade está localizada num espaço natural entre a Serra de Gredos e o Vale do Tiétar, a 115 quilómetros de Madrid, 120 de Toledo e 90 de Ávila.

Hotéis em leilão
Escrapalia.com

De acordo com o Escrapalia.com, qualquer pessoa, fundo de investimento ou empresa pode participar no leilão digital, tendo apenas de se registar gratuitamente no portal de leilões.

“Este formato permite facilitar o acesso a este tipo de imóveis, na sua maioria proveniente de falências, mas também de administrações públicas, bancos ou grandes empresas do IBEX 35, com descontos de até 90% face ao valor de mercado”, adiantou a plataforma.

Por se tratar de um bem em processo judicial, uma vez notificado o vencedor, os prazos serão acordados com o administrador da falência para a assinatura do contrato de depósito como garantia do cumprimento dos prazos da escritura. Caso não haja assinatura, a venda será realizada diretamente.

Conforme se lê na plataforma de leilões, é necessário deixar um depósito como garantia de 30.000 euros. Além disso, a mais-valia e as despesas com notário devem ser suportados pelo comprador, bem como a despesa de gestão, que é de 4%.