Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Chernobyl “vira” moda (sinistra) no Instagram

Jornal de Negócios
Jornal de Negócios
Autor: Redação

A série Chernobyl, que relata o pior acidente nuclear do mundo, está a ser um sucesso, tendo desencadeado um ‘boom’ turístico de cerca de 40% na cidade de Pripyat, que continua a lutar contra a terrível contaminação nuclear que sofreu há 33 anos. O “reverso da moeda” é que Chernobyl está a virar moda (sinistra) no Instagram, com pessoas a fazer poses artísticas, a tocar em mobiliário e até a tirar fotos com pouca roupa. 

A ver pelas partilhas de fotografias na rede social, são muitos os utilizadores que mostram fotos dos locais afetados pela explosão nuclear, aparentemente indiferentes à radiação ainda presente naquele local. Segundo o Jornal de Notícias/Sábado, há quem pouse junto a animais, quem toque em mobiliário e quem tire fotos com pouca roupa. 

De acordo com a publicação, a partilha deste tipo de imagens tem gerado uma onda de indignação idêntica à gerada, por exemplo, pelas fotografias captadas nos campos de concentração de Auschwitz. Os responsáveis pelo museu do campo de concentração criticam as imagens partilhadas nas redes sociais, onde os visitantes aparecem em cima dos carris do antigo campo de concentração nazi da II Guerra Mundial.