Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Lojas

Centros comerciais: vendas das lojas estão a recuperar, mas ainda com quebras de 19,7%

Os centros comerciais foram um dos setores mais afetados pela pandemia, e um dos últimos a abrir portas depois do confinamento. Ainda assim, já está a dar alguns sinais positivos ao mercado. Apesar de as vendas no passado mês de setembro, nos 93 conjuntos comerciais representados pela Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC), terem registado uma quebra de 19,7% face ao mês homólogo do ano passado, há uma recuperação em comparação com os meses anteriores.

Notícia sobre:

McDonald’s abre restaurante de 700 m2 no Marquês de Pombal – é um dos maiores de Portugal

É um dos maiores restaurantes McDonald’s em Portugal e na Europa. Falamos do novo espaço da cadeia norte-americana de ‘fast-food’ em Lisboa, em plena praça do Marquês de Pombal, que terá 700 metros quadrados (m2) e encontra-se no edifício Marquês de Pombal 3. 

Notícia sobre:

ALDI: “Num futuro próximo vamos triplicar o número de lojas para atingir novas geografias”

A cadeia de supermercados alemã ALDI iniciou a sua expansão em Portugal pelo Sul e, 14 anos depois, tem 80 lojas espalhadas pelo país. Numa altura em que está a reforçar a sua presença a Norte, Ricardo Santos, Managing Director de Marketing e Comunicação, reforça, em entrevista ao idealista/news, que o objetivo, num futuro próximo, é triplicar o número de lojas, apostando em novas localizações e reforçando a presença nas cidades onde já se encontra.

Notícia sobre:

Porto: câmara quer reduzir em 50% as rendas de imóveis municipais ligados ao setor do turismo

A Câmara Municipal do Porto (CMP) quer apoiar estabelecimentos comerciais direta ou indiretamente ligados ao turismo que tenham atividade em imóveis municipais, reduzindo para metade (50%) as rendas cobradas. Rui Moreira, presidente da autarquia, apresenta segunda-feira (21 de setembro de 2020), em reunião de Executivo Municipal, a proposta em causa, que visa atenuar os prejuízos causados pela pandemia da Covid-19. A ser aprovada, a medida significará uma perda de receita de cerca de 280.000 euros. 

Notícia sobre:

Lojistas e centros comerciais não se entendem sobre aplicação do novo regime de rendas variáveis

Uma proposta de alteração ao Orçamento suplementar, apresentada pelo PCP e aprovada sem votos contra, isenta as lojas de centros comerciais do pagamento parte fixa (mínima) da renda até ao fim do ano, sendo apenas devida a componente variável, calculada em função das vendas. Ainda assim, as partes não se entendem quanto à aplicação do novo regime, e não chegam a consenso sobre a data a partir da qual a medida tem efeito.

Notícia sobre: