Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Habitação

Comprar casa também está mais caro nas periferias das grandes cidades

Os preços das casas subiram, no primeiro trimestre, em todos os concelhos do continente, com Odivelas, Leiria ou Oeiras a juntarem-se aos que mais valorizaram. É o segundo trimestre consecutivo de valorização geral, mas há uma conclusão a retirar: há mais pessoas a comprar casa nas periferias das grandes cidades, e também aí os preços estão a aumentar.

Notícia sobre:

Especial LGBTI: Assim é Chueca, o bairro arco-íris onde toda a gente quer fazer vida

Madrid é uma das cidades mais LGBTI-friendly da Europa e do Mundo. E o bairro de Chueca é um dos símbolos do orgulho gay da cidade. De bairro degradado, tornou-se num dos sítios da moda para todos. Viver lá é a vontade de muitos, mas atualmente uma possibilidade para poucos, porque os preços das casas e também dos locais comerciais dispararam.

O bairro fica localizado em Madrid, Espanha
Notícia sobre:

"Há falta de casas para arrendar" - diagnóstico é do Governo, que quer autarquias a dar mais oferta

A falta de oferta habitacional generalizada no país para a classe média e jovens - e não apenas para as 26 mil famílias reconhecidas como em situação de carência - está a preocupar o ministro do Ambiente. Para ajudar a solucionar este constrangimento do mercado, João Pedro Matos quer ver as autarquias a oferecerem, rapidamente, mais casas para arrendar a preços acessíveis. O Governo prepara-se, nesse sentido, para reforçar os poderes municipais.

Notícia sobre:

BCP vende 128 casas a preços de saldos

O Millennium bcp tem em vigor, desde 4 de junho e até 30 de setembro, a campanha “Boas Oportunidades”, na qual está a vender 128 imóveis habitacionais – apartamentos e moradias – em 17 distritos: Aveiro, Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

Notícia sobre:

Especial LGBTI: quanto custa comprar ou arrendar casa no bairro onde podes ser tu mesmo

O Príncipe Real, o bairro mais LGBTI da capital portuguesa atrai restaurantes, lojas, espaços de entretenimento, mas também moradores e investidores. Dos portugueses aos estrangeiros, ninguém lhe fica indiferente. Mas, afinal, quanto custa comprar ou arrendar casa no bairro arco-íris? E que outras zonas podem ser alternativa? Os profissionais respondem ao idealista/news.

Notícia sobre:

Especial LGBTI: “O Príncipe Real é o bairro mais inclusivo do país”, mas já há outros....

Uma passagem pelo elevador da Glória, uma paragem no miradouro de São Pedro de Alcântara e eis que chegamos à zona mais LGBTI friendly de Lisboa: o jardim do Príncipe Real. Este é considerado o bairro mais inclusivo da capital, onde os restaurantes, bares e discotecas proliferam e se multiplicam, para todos os públicos. É na zona arco-íris da cidade onde tudo acontece e tudo se concentra. Mas, afinal, como é viver neste bairro? E o que é que o distingue? Há outros a afirmar-se? O idealista/news foi à procura de respostas.

Notícia sobre:

Câmara de Lisboa vai investir 1,6 milhões em zonas e bairros prioritários

Já é conhecida a lista provisória da oitava edição do programa camarário BIP/ZIP – Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária. Houve 28 projetos vencedores, dos 106 que se candidataram, para um orçamento de 1,6 milhões de euros. Desde a primeira edição, em 2010, que o programa já apoiou 270 projetos em toda a cidade.

Notícia sobre:

Filmes e séries que nos fazem lembrar “cenas” lá de casa...

“Onde é que eu já vi isto?” Esta será, talvez, umas das perguntas que mais fazemos quando estamos a ver um filme ou uma série. Em todas as casas da ficção já aconteceram coisas que são o mais puro reflexo daquilo se passa na realidade. Desde vizinhos chatos ou barulhentos, até “invasões” animalescas de arrepiar. Descobre se as dez cenas da ficção que agora te mostramos te fazem lembrar alguma coisa.

Creative commons
Notícia sobre:

Lx Factory acolhe evento internacional para debater os novos desafios da habitação em Portugal

Quais as soluções para a escassez de espaços para habitação nas grandes cidades? O Turismo vai acabar com a habitação nos centros urbanos? O Archi Summit 2018 no LX Factory vai debater estes temas nos dias 12 e 13 de julho.

Notícia sobre: