Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Empresas

Mediadoras imobiliárias estão a sentir o abalo do Covid-19

A Associação dos Mediadores Imobiliários de Portugal (ASMIP) realizou um inquérito – entre 25 e 30 de março de 2020 – às suas 650 empresas associadas sobre o atual momento do setor. As mediadoras mostram-se, no geral, pessimistas face ao impacto da pandemia do novo coronavírus no mercado. 

Notícia sobre:

Futebolista alemão Toni Kroos entra em campo também no imobiliário

O futebolista alemão Toni Kroos, que representa os espanhóis do Real Madrid, juntou-se à lista de jogadores profissionais de futebol que decidem investir no setor imobiliário, tendo criado a agência imobiliária Kroos Properties XXI SL, especializada no arrendamento de imóveis.

Notícia sobre:

Mediadores imobiliários falam em quebra de procura associada ao Covid-19

A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) está bastante pessimista relativamente ao impacto do novo coronavírus no setor imobiliário, nomeadamente no que diz respeito ao negócio da compra e venda de casas. Um inquérito realizado pela própria associação às mediadoras conclui que há quebras na procura e nos negócios.  

Notícia sobre:

CMVM aceita medidas extraordinárias nas avaliações de imóveis

Desde o rebentar da atual crise, gerada pela pandemia do coronavírus, que os bancos e os peritos avaliadores têm vindo a adotar medidas extraordinárias nas avaliações de imóveis, de forma a manter o negócio, num contexto de confinamento e distanciamento social. Agora o regulador desta atividade veio dar luz verde a procedimentos fora das práticas habituais, desde que sejam cumpridas determinadas regras. As recomendações da CMVM - Comissão do Mercado de Valores Mobiliários constam de uma carta-circular, com data desta segunda-feira, dia 30 de março de 2020, e que produz efeitos durante o período de estado de emergência e 15 dias após o seu termo.

Notícia sobre:

Portal imobiliário britânico Rigthmove suspende dividendos para fazer frente ao coronavírus

O Rightmove, o maior portal imobiliário do Reino Unido, anunciou o cancelamento da distribuição de dividendos aos acionistas prevista para o exercício de 2019, para poder fazer frente ao impacto provocado pela expansão do coronavírus. É a primeira vez que o pagamento de dividendos é suspenso, desde que o portal foi fundado, em 2006, e permitirá economizar cerca de 38 milhões de libras, mais de 40 milhões de euros.

Notícia sobre:

Doação de 17 mil batas e fardas protetoras: Mota-Engil junta-se no combate ao Covid-19

A construtora Mota-Engil doou 17 mil fardas protetoras para serem usadas por profissionais de saúde do Hospital de São João, no Porto, e do Centro Hospitalar de Lisboa Norte. Uma iniciativa solidária que visa ajudar ao combate da epidemia do novo coronavírus.

Notícia sobre:
Freepik

As táticas das agências imobiliárias para resistir ao Covid-19 e continuar a fazer negócio

Com o país em estado de emergência, pela pandemia global, o novo coronavírus está a obrigar as empresas e os trabalhadores a reiventarem-se. E a forma como se fazem negócios também está a mudar a toda a velocidade, nomeadamente no setor imobiliário, que, à semelhança do resto da economia, se deverá ver afetado por esta crise causada pela propagação mundial do Covid-19 e está à procura de como minimizar impactos, reagindo e protegendo-se de males maiores. O idealista/news foi saber o que se está ou vai fazer para tentar sobreviver a esta crise, junto de quem percebe do negócio, as mediadoras imobiliárias: as “maiores” e as mais “pequenas”. 

Notícia sobre:

Vieira Monteiro já tem sucessor: novo presidente do Santander é José Carlos Sítima

José Carlos Sítima, antigo vice-presidente primeiro do Santanter Totta, vai suceder a António Vieira Monteiro, na liderança do banco espanhol em Portugal, soube o idealista/news junto de fontes próximas à instituição financeira. Vieira Monteiro morreu, aos 73 anos, infetado com o novo coronavírus. Era presidente do conselho de administração do banco de origem espanhola em Portugal desde 2019 e foi CEO entre 2012 e 2018.

Notícia sobre:

As 10 marcas com melhor reputação do mundo são...

A dinamarquesa Lego, que há anos faz as delícias de crianças e adultos, destronou a Rolex como marca com melhor reputação no mundo. A fabricante suíça de relógios ocupa agora o terceiro lugar do ranking, atrás da The Walt Disney. Ferrari e Microsoft, por esta ordem, completam o top cinco. 

Notícia sobre: