Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Negócios

Novo Banco garante que "não vende imóveis com desconto"

O Novo Banco - confirmando que a sua estratégia passa por "reduzir de forma eficaz o excesso de imóveis que havia herdado do passado" e revelando que "continuará a procurar reduzir a sua carteira de imóveis não afetos à exploração conforme as exigências regulatórias" - assegura em comunicado que "não vende imóveis com desconto" e garante que as "vendas são todas sujeitas aos direitos de preferência em vigor em Portugal e previamente inseridas no portal Casa Pronta para esse efeito". Esclarece ainda sobre o método que utiliza para calcular os preços de venda dos ativos imobiliários.

Notícia sobre:

Arrendamento do CCB para receber presidência portuguesa da UE em 2021 custará mais de 5 milhões

O arrendamento do Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, para acolher a presidência portuguesa da União Europeia (UE), em 2021, custará mais de cinco milhões de euros, segundo a Resolução do Conselho de Ministros n.º 12/2020, publicada esta terça-feira (24 de março de 2020) em Diário da República (DRE).

Notícia sobre:

CCB arrendado para receber presidência portuguesa da UE em 2021

A Presidência do Conselho da União Europeia (UE) será portuguesa no primeiro semestre de 2021. E ficará instalada no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa. O Governo socialista de António Costa decidiu arrendar o espaço à Fundação Centro Cultural de Belém, por valor não revelado. A atividade cultural e eventos programados para os Auditórios do CCB, na Garagem Sul e no Museu Colecção Berardo, mantêm-se como sempre.

Notícia sobre:

Torre de Picoas comprada por fundo alemão Deka - negócio superou os 125 milhões

Após um investimento de 70 milhões de euros e muita polémica, a chamada torre de Picoas, em Lisboa, acaba de ser formalmente vendida pelo fundo FLIT, propriedade da portuguesa ECS Capital. O novo dono do Fontes Pereira de Melo 41 (FPM 41) é o fundo alemão Deka Immobilien, que fez a oferta mais alta no âmbito do concurso para apresentação de propostas, que decorreu entre abril e maio do ano passado. 

Notícia sobre:

Compra de imóveis pela Fidelidade investigada pela Autoridade da Concorrência

A Autoridade da Concorrência (AdC) decidiu abrir uma investigação aprofundada à compra dos fundos Saudeinveste e IMOFID, por parte da Fidelidade - dona do grupo Luz Saúde - à Caixa Geral de Depósitos (CGD). O regulador receia que o negócio possa gerar entraves ao funcionamento do mercado, sendo que o grupo de cuidados de saúde é já proprietário do Hospital da Luz, tendo ainda outra unidades por todo o país. E os fundos fechados no centro da operação são também proprietários de imóveis em várias regiões do país.

Notícia sobre:

Imobiliário e dívida ajudam banca nacional a melhorar resultados

Grandes bancos a operar em Portugal arrancaram o ano com lucros superiores a 373 milhões de euros. E os negócios com o imobiliário e títulos de dívida contribuíram para estes resultados. Mas o malparado continua a pesar contra.

Notícia sobre: