Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fiscalidade

Alerta de fraude: há emails falsos a circular sobre o IRS, avisam Finanças

O alerta de segurança foi publicado no Portal das Finanças: há contribuintes a receber “mensagens de correio eletrónico provenientes de endereços como portaldasfinancasBwNxR@at.gov.pt” ou outros similares. Mas essa ligação não deve ser aberta, em caso algum.

Notícia sobre:

IVA de 6% nas obras? Sim, mas apenas nos imóveis para habitação - avisa Fisco

As empreitadas podem beneficiar de uma taxa reduzida de IVA de 6%, sendo este desconto aplicável ao proprietário do imóvel, ao arrendatário ou ao condomínio, na qualidade de donos da obra. Mas a redução só pode ser aplicada no caso das empreitadas em imóveis destinados a habitação.

Notícia sobre:

Eleições 2019: o que os partidos prometem no que toca a impostos para famílias e empresas

Impostos para as famílias e empresas, desde o emprego ao IRS, entre outros temas fiscais. Mas, afinal, o que é que os partidos querem fazer nos próximos quatro anos?

Notícia sobre:

IMI agravado apenas para frações devolutas em prédios verticais já em vigor

Os proprietários que tenham imóveis em propriedade vertical devolutos vão continuar a ser penalizados na hora de pagar o IMI. Mas este agravamento aplica-se somente às frações que estejam abandonadas e não à totalidade dos prédios, segundo uma alteração ao Código do IMI que entra em vigor esta terça-feira, dia 01 de outubro de 2019.

Notícia sobre:

“Big Four” da auditoria controlam 45% do mercado em Portugal

As “Big Four” da auditoria, Deloitte, PwC, EY e KPMG, reforçaram a sua quota de mercado no último ano, concentrando 45% das receitas relativas aos serviços de fiscalização das contas de empresas e bancos.

Notícia sobre:

Abrandamento no mercado imobiliário provoca quebra de receita do IMT

A receita do IMT - Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas, que é pago sobre a venda de imóveis, cresceu 5,7% para 514,1 milhões de euros, no primeiro semestre deste ano, segundo dados do Conselho das Finanças Públicas (CFP). Este valor corresponde a um significativo decréscimo face a idêntico período do ano passado, quando apresentou um crescimento de 17%, para um total de 487 milhões de euros.

Notícia sobre:

IMT: receita do imposto sobre compra e venda de casas cai pela primeira vez desde 2014

Nos primeiros sete meses do ano, as transacções onerosas de imóveis renderam 585,6 milhões de euros, numa queda homóloga de 0,8% (5 milhões menos).

Notícia sobre:

Juros de empréstimos e desvalorização de imóveis fora das deduções de rendas

Na hora de prestar contas, os proprietários com casas arrendadas têm habitualmente dúvidas sobre que gastos podem, afinal, deduzir. Agora o Fisco veio esclarecer que as depreciações dos imóveis e os juros dos empréstimos contraídos para adquirir os imóveis estão fora deste âmbito e que apenas as despesas com os seguros são elegíveis para a determinação dos rendimentos prediais líquidos.

Notícia sobre: