Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação

Prestação da casa sobe para famílias que usem moratória do crédito à habitação

O Governo aprovou uma moratória para o crédito às famílias e empresas, em vigor por seis meses, até 30 de setembro de 2020, de forma a aliviar os encargos com prestações a quem seja afetado pelos efeitos económicos negativos da pandemia do novo coronavírus. Mas a Deco veio, entretanto, denunciar que esta moratória de capital e juros apresenta uma cláusula penalizadora para os clientes, que implica o pagamento de muitos mais juros no crédito à habitação.

Notícia sobre:

Clientes de “maior risco” no crédito à habitação pesam 4% contra 35% há ano e meio

Foi a 1 de julho de 2018 que entraram em vigor as regras do Banco de Portugal (BdP), que têm como objetivo pôr um travão à concessão de crédito à habitação e ao consumo. Agora, quase dois anos depois, o regulador faz um balanço positivo das medidas macroprudenciais aplicadas. Conclui, por exemplo, que os empréstimos para a compra de casa a “mutuários de maior risco” diminuiram de 35%, aquando da entrada em vigor do travão, para 4%, no final de 2019.

Notícia sobre:

Santander (também) vai dar moratória de 6 meses no crédito ao consumo e à habitação

O Santander juntou-se ao BPI e à Caixa Geral de Depósitos (CGD) na concessão de moratórias nos empréstimos às famílias e pequenas e médias empresas, para fazer face à crise provocada pelo surto do novo coronavírus. Em causa está uma moratória de 6 meses para o crédito ao consumo e à habitação e de 12 meses para as empresas.

Notícia sobre:

Empréstimos da casa com taxa de juro abaixo de 1% pela primeira vez

Há sete meses consecutivos que as taxas de juros implícitas no crédito à habitação estão a descer, tendo atingido em fevereiro um novo mínimo histórico. Pela primeira vez, e seguindo uma tendência de queda registada desde agosto de 2019, os juros ficaram abaixo de 1% pela primeira vez nos empréstimos da casa em Portugal, no mês passado, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Notícia sobre:

Taxas de juro dos empréstimos da casa continuam a descer

O mercado do crédito à habitação em Portugal continua praticar baixas taxas de juro. E nas novas operações de financiamento para a compra de casa fechadas em janeiro de 2020, esta tendência voltou a ser reforçada, registando-se uma redução de 3 pontos base (pb) para 1,07%, face ao mês anterior. No primeiro mês do ano, os empréstimos para aquisição de casa subiram, atingindo os 977 milhões de euros, segundo dados do Banco de Portugal (BdP).

Notícia sobre:

Bancos voltam a abrir a torneira do crédito à habitação – o melhor arranque de ano desde 2008

A concessão de novo crédito à habitação em Portugal está ao rubro, com os bancos a mostrarem cada vez mais disponibilidade para financiarem a compra de casa. Em janeiro de 2020, os bancos emprestaram 977 milhões de euros para este efeito, menos que nos dois meses anteriores (1.117 milhões em dezembro e 977 milhões em novembro), mas bem mais que no período homólogo (746 milhões de euros). Trata-se, de resto, do melhor arranque de ano desde 2008, quando foram concedidos 1.522 milhões de euros. 

Notícia sobre:

Seguro multirriscos habitação: O que é, para que serve e o que abrange?

Estás a pensar pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa? Então conta, desde logo, com um valor extra a pagar à entidade financeira além da prestação resultante do crédito à habitação. Falamos  do seguro multirriscos, também conhecido como seguro da casa. Contamos-te tudo sobre este assunto na artigo de hoje da Deco Alerta. 

Notícia sobre:

Avaliação bancária de casas soma e segue: chega aos 1.330 euros por m2 em janeiro

O valor médio a que os bancos avaliam as casas em Portugal para efeitos de concessão de crédito à habitação está a subir há quase três anos, desde abril de 2017. Em janeiro de 2020 fixou-se nos 1.330 euros por m2, mais nove euros que no mês anterior e mais 104 euros que no mesmo mês do ano passado. Trata-se de um novo máximo histórico, pelo menos desde que o INE tem dados, janeiro de 2011.

Notícia sobre:

Taxa de juro do crédito à habitação desce para 1% em janeiro – está em mínimos históricos

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação recuou em janeiro de 2019 pelo sexto mês consecutivo: fixou-se em 1%, o valor mais baixo desde que o Instituto Nacional de Estatísticas (INE) tem registos (janeiro de 2019) – o anterior mínimo data de junho de 2017 (1,007%).

Notícia sobre:

Bancos não emprestavam tanto para a casa desde julho de 2008 – foram 1.117 milhões em dezembro

Está ao rubro o negócio do crédito à habitação. Só num mês, em dezembro de 2019, os bancos emprestaram 1.117 milhões de euros para a compra de casa, o valor mensal mais elevado desde julho de 2008, mês em que foram concedidos 1.205 milhões de euros. Está batido, portanto, um recorde com mais de 11 anos.  

Notícia sobre: