Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação

Bancos continuam a abrir a torneira do crédito à habitação em plena pandemia

O 'stock' dos empréstimos concedidos pelos bancos aos particulares para efeitos de crédito à habitação voltou a subir em outubro, em plena pandemia, para 94.237 milhões de euros. Trata-se do valor mais elevado desde fevereiro de 2017 e acima dos 93.998 milhões de euros de setembro e dos 93.309 milhões de euros de outubro de 2019. Os dados são do Banco de Portugal (BdP) e revelam que o conjunto total de financiamentos aos particulares aumentou para quase 120.042 milhões de euros, o valor mais elevado desde novembro de 2015.

Notícia sobre:

Prazo para aderir a moratórias do crédito à habitação alargado até 31 de março de 2021

O prazo para aderir às moratórias bancárias, que permitem suspender o pagamento das prestações dos empréstimos, nomeadamente do crédito à habitação, terminou dia 30 de setembro, apesar do regime estar em vigor até setembro de 2021. As famílias e empresas ainda poderão, no entanto, aceder às moratórias, tendo o prazo de adesão sido alargado até março do próximo ano. Em causa está uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) apresentada pelo PSD e que foi aprovada na especialidade, no Parlamento, na terça-feira (24 de novembro de 2020).

Notícia sobre:

Posso vender um imóvel com crédito à habitação? Como tenho de proceder?

O processo de colocar a casa à venda, receber uma proposta que agrade (ao proprietário) e acabar por fechar negócio culmina com a formalização da venda do imóvel livre de ónus ou encargos, uma vez que, em situações normais, ninguém comprará uma casa com uma hipoteca incluída. Preparámos um artigo que ajuda a explicar como é preciso proceder e o que é preciso fazer nesta situação. 

Notícia sobre:

Taxa de juro do crédito à habitação desce em outubro – capital em dívida e prestação sobem

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação foi 0,932% em outubro, menos 3,4 pontos base que no mês anterior (0,966%). Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro desceu de 0,966% em setembro para 0,914% em outubro. Em causa estão dados divulgados esta segunda-feira (23 de novembro de 2020) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Notícia sobre:

Quais os fatores a ter em conta na hora de escolher uma casa para comprar?

O momento que antecede a contratação de um crédito à habitação é a escolha da casa. E para que não sejas surpreendido com a avaliação bancária do imóvel, é importante teres em consideração diversos fatores quando tomares essa decisão. Será fundamental, por exemplo, obter informações sobre o desenvolvimento de projetos urbanísticos na zona, tráfego e acessibilidade por vários meios de transporte. Mas há outros. A pensar nisso, preparámos uma lista de pormenores aos quais deves prestar atenção.

Notícia sobre:

Moratórias de crédito: alojamento entre os setores que mais recorreram às ajudas

As moratórias de crédito criadas pelo Governo, no âmbito das medidas execionais de combate à Covid-19, foram concedidas de “forma mais expressiva” às empresas dos setores mais afetados pela pandemia, segundo dados revelados pelo Banco de Portugal (BdP). Destacam-se, entre eles, as empresas de alojamento e restauração, com cerca de 55% do montante de empréstimos concedidos ao setor em setembro a estar abrangido por moratórias.

Notícia sobre:

Agravamento do spread da casa: em que situações não pode acontecer?

São vários os motivos que te podem levar a alterar as características ou condições do teu crédito à habitação, tais como redução de vinculação, divórcio ou dissolução de união de facto, mudança de local de trabalho, troca de casa, substituição de fiadores, entre outros. Mas será que isso se pode traduzir num agravamento das condições? Nem sempre. Existem várias situações protegidas por lei.

Notícia sobre:

Bancos deram mais de 751 mil moratórias até setembro – crédito à habitação lidera ranking

Até 30 de setembro, data em que terminou o prazo para se aceder à moratória pública – aprovada pelo Governo na sequência da pandemia da Covid-19 –, os pedidos de adesão a moratórias de crédito abrangeram 812.214 contratos, tendo sido aprovadas e/ou concedidas 751.725 moratórias. Os restantes 60.489 contratos correspondem a situações que estavam ainda em apreciação ou que não preencheram as condições de acesso, revelou esta quinta-feira (5 de novembro de 2020) o Banco de Portugal (BdP).

Notícia sobre:

Pagar a prestação da casa com o PPR? Sim, é possível

Os Planos Poupança Reforma (PPR) foram criados para incentivar a poupança e são especialmente atrativos pelos benefícios fiscais que proporcionam. A perspetiva de investimento nestas soluções de poupança é de longo prazo, mas, ainda assim, existem várias circunstâncias que te podem levar a optar pelo resgate das mesmas, nomeadamente para o pagamento de prestações do crédito à habitação.

Notícia sobre:

Crédito à habitação “reage” a pandemia: bancos emprestaram 970 milhões de euros em setembro

Os bancos emprestaram 970 milhões de euros para a compra de casa em setembro, mais 116 milhões que no mês anterior (854 milhões) e mais 55 milhões que no período homólogo (915 milhões). É preciso recuar até janeiro – antes do aparecimento da pandemia da Covid-19 – para encontrar um valor superior de novo crédito à habitação concedido (977 miilhões).

Notícia sobre: