Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

E que a música não falte em casa... concertos ou serenatas, há de tudo à tua espera

Está cientificamente provado que faz bem à saúde. E mesmo que assim não fosse, quem não gosta de ouvir ou dançar uma bela canção?

Photo by Simon Noh on Unsplash
Photo by Simon Noh on Unsplash
Autor: Redação

A música faz parte das nossas vidas. Faz companhia, serve para celebrar e ajuda a levantar o ânimo. Escutada tranquilamente, de ambiente, ou bailada. Nada melhor então nestes tempos de confinamento por causa do Covid-19, marcados também por incertezas e angústias, do que dar ao play e fazer soar as notas. E são, cada vez mais, as iniciativas a surgirem no campo musical. Desde concertos online a serenatas, oferta não falta.

Por exemplo, os maiores escritórios de advogados do país juntaram-se numa edição especial do Rock'n'Law para nos entreter no confinamento, mas também para levantar donativos para causas nobres. Todas os dias noites há concerto, no site e nas redes sociais, numa plataforma de promoção de vários projetos de solidariedade que estão em curso, segundo conta o Dinheiro Vivo.

Photo by Simon Noh on Unsplash
Photo by Simon Noh on Unsplash

Por outro lado, e para lembrar que continuamos perto de quem mais se gosta num momento em que a distância física é obrigatória, podem encomendar-se serenatas — com canções e mensagens — e enviar para as pessoas “de quem preferíamos estar perto”, sejam elas namorados, filhos, pais, avós ou amigos. Os músicos Beatriz Pessoa, Ana Mariano, Vasco Completo, Rita Dias, Amaura, Gabriel Petra, Surma, Lour e Maria Teresa Alves e as bandas Ditch Days, Marinho e Andor Violeta são, para já, os Hermes, com a missão de entregar estas mensagens entre 6 e 16 de abril.

“A pessoa liga para o número entre as 12h e as 16h, escolhe o dia em que quer entregar a serenata e o intervalo horário de entre os disponíveis e deixa a mensagem, o contacto e o nome, mais o contacto e o nome da pessoa que quer surpreender.”, explicou Rúben Pardal, um dos três mentores do projeto que nasceu apenas há alguns dias, ao P3 do Público.  As Chamadas de Embalar serão feitas a partir desta segunda-feira, com horário definido entre as 20h e as 22h. Quem encomenda a serenata não escolhe o músico nem a canção por questões de logística, apenas o intervalo de tempo que pretende; com sorte, pode ser que até seja o músico preferido.

E para quem é fã de António Zambujo, ou de poesia, há a oportunidade de vê-lo nas redes sociais da Porto Editora. O músico aceitou o convite da editora de livros Porto Editora e participou na iniciativa #LerDoceLer lendo para os seus seguidores nas redes sociais dois poemas de Eugénio de Andrade retirados da obra "Obscuro Domínio".

A Blitz conta que entre os outros nomes que já se associaram à iniciativa encontram-se a atriz e escritora Ana Zanatti, a apresentadora Catarina Furtado, o escritor Jacinto Lucas Pires, o apresentador e ator Rui Unas ou o escritor Valter Hugo Mãe, mas a editora diz que o desafio se estende a todos os que "nestes dias de incerteza, estão em casa", devendo, para isso, acrescentar à publicação que fizerem a hashtag #LerDoceLer e identificar o perfil da Porto Editora.