Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Casas abandonadas

Últimas notícias sobre "Casas abandonadas" publicadas em idealista.pt/news

Uma casa de madeira com muita história

Uma joia arquitetónica abandonada nas profundezas da Rússia

Notícia sobre:

Portugal é o segundo país da Europa que tem mais casas vazias

Portugal tem casas de sobra. O problema? Não estão nas zonas onde há mais procura. Depois de Espanha, Portugal é o segundo país europeu com mais casas devolutas. Em 20 anos, construíram-se em média 80.000 casas por ano. Quer isto dizer que a cada cinco minutos nascia uma casa, que pode estar agora ao abandono.

Notícia sobre:
Sergey Dolya

Gudym: a cidade soviética fantasma que foi centro de experiências nucleares durante a Guerra Fria

Das cidades da era soviética, Gudym, na Rússia, é certamente uma das mais sinistras. Utilizada como centro de armazenamento de ogivas nucleares e de testes militares, a sua existência foi mantida em segredo durante décadas. Só muito recentemente surgiram imagens desta aldeia, agora abandonada.
Notícia sobre:
© Seph Lawless

A “cidade fantasma” no Canadá repleta de casas de luxo que os ricos abandonaram

A zona de High River era conhecida por ser uma das mais endinheiradas da região de Calgary, no Canadá. Estava repleta de casas luxuosas e os seus donos eram multimilionários. Um cenário que mudou radicalmente em 2013, quando esta região foi assolada por fortes cheias. Estas mesmas mansões ficaram ao abandono e High River passou a ser uma espécie de “cidade fantasma”.
Notícia sobre:
Google Maps

“Triângulo das Bermudas” imobiliário: o bairro operário de Liverpool onde só vive uma família

No triângulo formado pelas ruas Garrick, Smithdown e Webster, em Liverpool, há cerca de 200 casas unifamiliares com o típico estilo vitoriano inglês. Pequenas mas funcionais, são residências destinadas à classe operária que há mais de quatro décadas se mudou para as grandes cidades industriais britânicas. Atualmente, estas ruas e casas estão vazias e nesta zona apenas vive Lynda Hunter e o marido George.
Notícia sobre:

O sonho impossível de um espanhol na Austrália que foi devorado pela selva

O espanhol José Paronella tinha um sonho. Em 1913 abandonou a Catalunha com destino à Austrália para enriquecer e poder casar com a sua amada Margarita. Durante 11 anos trabalhou arduamente. Começou por cortar cana de açúcar, mas depressa comprou uns hectares e tornou-se ele próprio produtor. Foi proprietário de várias fábricas e construiu um império. Vendeu tudo o que tinha em 1924 e regressou a Espanha.
Notícia sobre:

10 edifícios abandonados nos quais não te atreverias a por um pé...

O fotógrafo e “youtuber” Dan Bell é apaixonado por edifícios abandonados. E pelas histórias de terror também deverá ser... Só assim se pode explicar que tenha “andado” mais de nove meses a “passear” pelas zonas rurais dos EUA à procura dos imóveis mais sombrios do país. Sozinho, e por vezes de noite, filmou casas, hotéis e centros comerciais devolutos e colocou o resultado da experiência no seu canal do Youtube.
Notícia sobre:

Assim se transformam casas abandonadas em obras de arte

Ian Strange não é um escultor “profissional”. Não trabalha pedra, metal ou cerâmica. Muito menos madeira ou materiais plásticos. Para criar as suas obras-primas usa “como base” edifícios abandonados. Os trabalhos deste artista australiano exploram a arquitetura, o espaço e o sentido da palavra “lar”. Por exemplo, cobre um imóvel semidestruído com 600 m2 de papel dourado onde há um grande buraco na fachada ou derruba-lhe as paredes para que se encha de luz e pareça uma casa de vidro.
Notícia sobre:

A atmosfera mágica de uma vila de pescadores abandonada e coberta de nevoeiro na Hungria

A apenas alguns quilómetros da sempre agitada Budapeste (Hungria) há um lugar invadido por nevoeiro onde reina o silêncio e onde o tempo parece ter parado para sempre. Esta pequena vila de pescadores abandonada está localizada junto a um lago na localidade de Szödliget e foi captada pela objetiva do fotógrafo eslovaco Viktor Egyeg, que retratou a atmosférica mágica do local.
Notícia sobre:

Mansões abandonadas: entre a beleza e o terror

Durante dois anos, a fotógrafa italiana Eleonora Costi viajou pelo país à procura de casas abandonadas. Assim nasceu o projeto “Abandonded H.Ell”, um passeio pelas outrora mansões de luxo dos latifundiários que hoje estão esquecidas e em ruínas. Descobri-las significa ficar dividido entre a beleza dos antigos ornamentos clássicos e o terror que emana dos seus espaços vazios que ainda conservam objetos dos seus ex-donos.
Notícia sobre: