Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Como converter o teu carro numa caravana... por muito antigo que seja

Autor: Redação

Viajar numa caravana é uma experiência e tanto. Desfrutar do momento sem as “amarras” dos hotéis e de outras formas de alojamento é algo altamente valorizado por quem decidir viajar desta maneira. É o mais próximo que existe de ter uma casa sobre rodas.

Uma caravana significa viajar em liberdade e abrir o leque de opções para fazer o que cada um quiser a qualquer momento sem ter que seguir rotas pré-estabelecidas. Além disso, sendo prático, permite transportar muito mais objetos e acessórios do que aqueles que viajam de comboio ou avião.

Apesar de todas estas vantagens, ter uma caravana não está ao alcance de todos, seja por causa do custo, seja porque não dispõem de espaço adequado para “guardá-la” quando não a utilizam. Ainda assim, existem alternativas muito interessantes para conseguir uma caravana com mais facilidade, por exemplo, transformando o teu carro. Mostramos-te alguns exemplos.

Um reboque leve, mas com todas as comodidades

Polydrops
Polydrops

Com um peso de quase 360 ​​quilos e algo mais de 3,5 metros de comprimento, apresentamos-te um reboque inovador e original, batizado com o nome de Polydrop. O seu criador é o designer Kyung-Hyun Lew, que queria desenhar uma alternativa às caravanas convencionais, leve, fácil de manusear e completa.

De facto, apesar do seu pequeno tamanho e peso leve, a Polydrop acomoda confortavelmente até duas pessoas: o complemento ideal para qualquer viajante minimalista que não precise de grandes luxos, mas que queira ter todos os elementos essenciais.

Polydrops
Polydrops

O designer produziu o primeiro protótipo em 2017, e era tão leve que pôde viajar com ele ligado a um pequeno carro, durante um ano inteiro. A utilização fez com que ele propusesse algumas melhorias nas versões posteriores, como a que acaba de ser lançada e que está a receber classificações muito boas.

As características são surpreendentes apesar do seu tamanho pequeno. Dentro da cabine de madeira aparafusada à moldura de alumínio, há um colchão que pode acomodar até duas pessoas, três secções de compartimentos de armazenamento, duas tomadas USB e um teto ventilado. O interior está equipado com iluminação LED e um isolamento espesso que protege de todos os tipos de clima e economiza energia. O aquecimento controlado por um termostato, a iluminação e o sistema eletrónico são alimentados por um painel solar.

Mas isso não é tudo, já que o Polydrop também tem uma cozinha para conexões elétricas, bem como duas gavetas de armazenamento na parte traseira. Não existe casa de banho, e se quiseres comer sentado, numa mesa, terás de levá-la separadamente no carro ou encontrar um espaço externo adaptado, como uma área de piquenique.

Em resumo, para os viajantes discretos que fogem dos luxos e aos quais basta um lugar para descansar e algum espaço de arrumação, o Polydrop é uma boa escolha. A simplicidade, aliada a um design elegante e moderno, é perfeita para quem procura algo não tão volumoso como um reboque de viagem tradicional, mas mais confortável do que uma tenda.

O  Polydrop pode ser adquirido online por 9.000 dólares (pouco mais de 8.000 euros).

Uma invenção suíça para esquecer hotéis

SwissRoomBox
SwissRoomBox

Outra alternativa muito interessante é uma invenção chamada SwissRoomBox, que consiste em algo tão simples como uma mala que transforma o carro numa autocaravana.

Com essa engenhosa invenção é possível converter um carro, qualquer que seja o seu tamanho, numa autêntica minicasa sobre rodas, já que terás os elementos necessários para viajar sem teres de preocupar-te em encontrar um lugar para ficar. Entre as comodidades oferecidas, tem um quarto e uma mesa prática, não esquecendo uma pequena cozinha, uma sala de jantar e até um chuveiro.

A montagem é bastante simples, portanto, em menos de 30 minutos, ficarás com uma cama de casal na parte detrás do veículo. A partir dela, extrai-se outro módulo para ser utilizado como mesa ao ar livre, para um máximo de quatro pessoas.

Existem diferentes versões, embora todas tenham em comum a facilidade de transporte e montagem.