Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ideias para minicasas que deixam qualquer um de boca aberta

Ideias de decoração para casas pequenas
Há cada vez mais pessoas à procura de soluções funcionais
Autor: Hoja de Router (colaborador do idealista news)

Viver em casas pequenas e aconchegantes é uma tendência dos tempos que correm. Sobretudo, nas grandes cidades este fenómeno é cada vez mais evidente, dada a quantidade de pessoas que se mudam para estudar ou trabalhar. Com os hábitos de vida a mudar, e uma cada vez maior versatilidade nas soluções habitacionais, nada como saber potenciar o conforto de pequenos espaços.

Muitas experiências mostram que viver num espaço pequeno é compatível com conforto e bom gosto. De facto, há cada vez mais exemplos de designers e arquitetos que, convertendo a necessidade numa virtude, apresentam projetos incríveis para atender à crescente procura de minicasas.

Se vives ou vais viver numa destas casas, fica a saber que há por aí muitas ideias inspiradoras para que o teu espaço tenha aquilo tudo de que precisas em poucos metros quadrados. Mostramos-te alguns exemplos.

O Slim Fit: 50 m2 distribuídos por três andares
Feita de madeira, aposta no 'open space'
Fica na Holanda / Ana Rocha Architecture

A proposta chega pelas mãos de uma empresa de arquitetura holandesa, Ana Rocha Architecture. Este estúdio projetou e construiu uma fantástica casa de madeira ultrafina, na cidade de Almere Poort (Holanda).

Apesar do pequeno espaço que ocupa, a sua forma é muito funcional e confortável: está distribuída por três andares, cada um deles destinado a cumprir uma função específica, e que permite aos seus ocupantes desfrutar de quase 50 m2 sem interferência entre as divisões.

O piso térreo foi concebido como uma sala de jantar e uma cozinha aberta e funcional, com todos os complementos necessários. O segundo andar foi pensado como um ambiente para ser usado como sala de estar. O terceiro tem os quartos e uma casa de banho compacta. Um elemento comum dos três andares são as grandes janelas, que oferecem vistas magníficas do parque e foram orientadas para receber a maior quantidade de luz natural possível.

A estrutura é muito leve para não ocupar muito espaço, e a fachada é feita de madeira de samba. Este material destaca-se por ser económico, resistente e versátil, o que permite ter paredes tão finas tanto quanto possível para maximizar o espaço útil.

Económica e elegante
Localiza-se perto do parque Homerus
O desenho participou no concurso BouwExpo Tiny Housing / Ana Rocha Architecture

Uma preocupação constante neste projeto era manter os custos baixos. Guiado por essa premissa, o estúdio estava disposto a usar acessórios padrão para áreas como cozinha, casa de banho e escadas, já que um dos fatores que mais aumentam os preços são os móveis feitos sob medida.

Ainda assim, o fator chave é o uso inteligente do espaço, como evidenciado, por exemplo, num armário de parede que funciona como uma escada integrada ou um painel deslizante que se move para esconder a escada de pinho. Isso permite maior privacidade entre andares, evitando correntes de ar e perda de calor nos meses mais frios.

Para rematar, um conjunto de prateleiras abertas para livros instalado ao longo da escada, com o objetivo de aumentar a capacidade de armazenamento, que é uma das principais deficiências neste tipo de habitação.

Esta casa fantástica e original foi projetada para participar no concurso BouwExpo Tiny Housing, organizado pelo município de Almere Poort. A ideia nasceu com o objetivo de criar uma casa adequada para aproveitar os espaços vazios das cidades e facilitar a replicação em áreas urbanas muito densas.

A propriedade, localizada nas proximidades do parque Homerus, foi imediatamente adquirida por uma jovem empresa de designers. Serve para acomodar funcionários e clientes que precisam de ficar alguns dias na cidade.

Ideias mágicas para um estúdio
Um design de mobília muito cuidado
Chama-se TAAAAC! e tem 30 m2 / Planair

Os estúdios de arquitetura colocaram as “mãos à obra” para atender à procura de minicasas. Mas não foram os únicos. Os designers de interiores e de mobiliário fizeram o mesmo. Paralelamente à proliferação deste tipo de habitação, foram lançadas no mercado ideias inovadoras que permitem criar espaços multifuncionais de uma forma muito simples.

Algo que podemos constatar neste pequeno estúdio de 30 m2 renovado pelo Planair, apelidado de TAAAAC! O apartamento ganhou uma nova vida uma vez que o espaço antigo, além de pequeno, era muito pouco funcional, por causa de algumas divisões tão desconfortáveis ​​quanto inúteis.

Os designers partiam da premissa de que, se as necessidades de algumas pessoas mudassem ao longo do dia, a casa deveria acompanhá-las, de modo que a versatilidade e a flexibilidade se tornassem os critérios que guiavam todo o espaço. Tudo isso sem ter que viver numa casa de grandes dimensões, mas aproveitando ao máximo cada milímetro de um pequeno estúdio.

A solução proposta pelo Planair foi demolir o tabique central para libertar grande parte do espaço. O vácuo criado foi preenchido com elementos móveis, que oferecem tantas possibilidades quanto os inquilinos necessitem. Tudo isso com um alto grau de versatilidade, o que permite que a casa se adapte a cada momento do dia, seja para comer, trabalhar ou descansar, com alguns passos simples.

A magia deste design é que por detrás de cada peça de mobiliário esconde-se sempre uma nova e surpreendente possibilidade que, à primeira vista, passa despercebida. Por exemplo, uma mesa escondida atrás de um compartimento para criar um excelente espaço de trabalho ou uma cama que aparece e desaparece em questão de segundos. Com esta estratégia, a Planair conseguiu dar toda a funcionalidade possível a um espaço muito pequeno, mas sem sacrificar uma aparência alegre e fresca, graças a uma boa combinação de branco com tons pastel.

Estes exemplos mostram que funcionalidade ou conforto não são sinónimos de casas grandes. Portanto, se estiveres a pensar mudar de casa ou iniciar uma remodelação, lembra-te de que existem muitas alternativas, não necessariamente caras, que tornam um espaço pequeno na tua casa ideal.