Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

10 lugares misteriosos para visitar este Halloween

10 lugares misteriosos para visitar este Halloween
Os destinos mais assustadores de Portugal / Pixabay
Autor: Redação

Está a chegar a data mais assustadora do ano e, este ano, os teus planos podem ser muito mais interessantes do que os simples "bolinhos e bolinhós”. Preparado para um Halloween em grande?

Enfrenta os teus medos, faz as malas e vive aventuras assombrosas num dos 10 destinos mais assustadores de Portugal, de norte a sul do país.

1. Quinta das Lágrimas, Coimbra

2. Teatro Lethes, Faro

3. Convento de Mafra, Mafra

4. Restaurante Panorâmico de Monsanto, Lisboa

5. Capela dos Ossos, Évora

6. Hotel Monte Palace, São Miguel, Açores

7. Sanatório de Mont’Alto, Valongo

8. Castelinho de São João do Estoril, São João do Estoril

9. Palácio de Valenças, Sintra

10. Ponta da Má Merenda, Praia da Vitória, Ilha Terceira

Quinta das Lágrimas, Coimbra

Quinta das Lágrimas, Coimbra
Flickr/Creative commons

A luxuosa e romântica Quinta das Lágrimas, em Coimbra, e o seu hotel têm um passado macabro. Neste lugar de grande beleza natural, D. Inês de Castro foi assassinada, a mando do Rei, devido ao seu romance com D. Pedro.

Se visitas a Quinta, dizem que, na Fonte dos Amores junto ao Portal Gótico, poderás ver uma pedra tingida de vermelho pelo sangue de D. Inês, que foi rainha depois de morta. Passeia pelos jardins da Quinta das Lágrimas e descobre se a rainha continua a assombrar este lugar.

Teatro Lethes, Faro

Teatro Lethes, Faro
Flickr/Creative commons

Conta a lenda que uma bailarina, levada ao extremo pela exigência do seu trabalho, se suicidou neste teatro de Faro e que, hoje, ainda dança nesse palco.

Dizem que se te sentas no público e permaneces em silêncio absoluto podes até ouvir os seus passos sobre o palco de madeira. Atreves-te a comprovar se isso é verdade?

Convento de Mafra, Mafra

Convento de Mafra, Mafra
Flickr/Creative commons

O Convento de Mafra, celebrado por Saramago, está associado a muitas lendas que tentam explicar os barulhos estranhos que se ouvem por todo o edifíco. Muitos dizem que se devem a seres estranhos e mutantes que vivem nos seus calabouços, enquanto outros afirmam que os fantasmas dos muitos trabalhadores que morreram ali durante a construção do convento, devido às condições de trabalho precárias, ainda assombram este espaço, em busca de vingança pela sua morte prematura.

Restaurante Panorâmico de Monsanto, Lisboa

Restaurante Panorâmico de Monsanto, Lisboa
Wikimedia commons
Também conhecido como o “Óvni de Lisboa”, este impressionante espaço arquitetónico foi construído há 50 anos, durante o Estado Novo.

O espaço destinava-se à instalação de um restaurante, serviços de apoio, uma esplanada-café, miradouro, salão de banquetes e várias instalações complementares e apenas esteve aberto durante pouco mais de dois anos, devido a alterações no projeto original que fizeram com que a obra nunca fosse terminada.

Hoje em dia está abandonado e, apesar de ter um ar misterioso e um pouco assustador, oferece uma das vistas mais bonitas de Lisboa.

Capela dos Ossos, Évora

Capela dos Ossos, Évora
Wikimedia commons
“Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”. Esta é a mensagem que te recebe à entrada da Capela dos Ossos em Évora. Este edifício não é especialmente indicado a quem tem medo da morte, já que está decorado com mais de 5 mil crânios, e outros tantos de milhares de ossos. Conta a lenda que a capela foi mandada construir no século XVII por três monges e que várias campas foram “assaltadas”, nos cemitérios das redondezas, para encontrar mais materiais de decoração.

Hotel Monte Palace, São Miguel, Açores

Hotel Monte Palace, São Miguel, Açores
Pixabay

O Hotel Monte Palace abriu em 1989 com a promessa de ser um dos hotéis mais luxuosos, sumptuosos, requintados e atrativos do país. Apesar do luxo e das expetativas ao redor deste edifício, vários esquemas financeiros corruptores conduziram à ruína do hotel e ao seu encerramento. Hoje em dia o espaço continua de pé, mas bastante degradado, devido ao abandono e vandalismo.

Se és corajoso, podes aproveitar para passar uma noite acampado no Hotel Monte Palace, à escuta de ruídos estranhos e assombrosos, ou para passear pelos seus jardins tropicais onde, quem sabe, podes até ver um fantasma.

Sanatório de Mont’Alto, Valongo

Sanatório de Mont’Alto, Valongo
Flickr/Creative commons
Os hospitais psiquiátricos são um dos cenários preferidos para os filmes de terror, por isso, se falamos de um hospital psiquiátrico real e assombrado, podes esperar uns bons sustos.

O Sanatório do Valongo foi o lugar de tratamento de centenas de doentes com tuberculose, que viviam em espaços reduzidos e eram vítimas de negligência e maus-tratos. As lendas deste lugar são muitas e todas elas falam dos fantasmas dos doentes que ainda se passeiam pelos corredores do hospital.

Castelinho de São João do Estoril, São João do Estoril

Castelinho de São João do Estoril, São João do Estoril
Wikimedia commons

Uma menina que deambula pelas muralhas do Castelinho de São João do Estoril, durante a noite, com uma boneca da trapos na mão... Já é suficiente para deixar-te com um friozinho na barriga, certo?

Conta a lenda que, há muitos anos, uma menina cega que ali vivia caiu da falésia e morreu. A casa, entregue mais tarde à Santa Casa da Misericórida, funcionou como espaço de apoio a pessoas com deficiência visual e já teve vários donos, sem nunca conseguir encontrar alguém que permaneça aí muito tempo. Será que o espírito da menina com a boneca de trapos espanta os seus habitantes?

Palácio de Valenças, Sintra

Palácio de Valenças, Sintra
Wikimedia commons

Sintra é, por excelência, um dos destinos mais românticos do país, no entanto, também esconde alguns mistérios. Existem vários 'tours' noturnos pela Serra de Sintra que se baseiam nas lendas da zona, como por exemplo, a história de Palmira, a criada do Conde de Valenças, que se suicidou depois de um amor não correspondido pelo conde. Agora, se visitas o Palácio de Valenças podes ouvi-la chorar pelo seu desamor.

Ponta da Má Merenda, Praia da Vitória, Ilha Terceira

Ponta da Má Merenda, Praia da Vitória, Ilha Terceira
Flickr/Creative commons

A história é simples: uma menina muito bonita e muito rica, um rapaz muito bonito e muito pobre e um pai que, estando contra este amor, quer que a sua filha se case com um homem rico, velho e feio. A rapariga nega-se a casar e acaba presa no forte da Praia da Vitória, até à sua morte.

O seu verdadeiro amor descobre a sua morte, depois de anos fora construíndo uma fortuna, e perde a razão.

Agora, em noites de tempestade, dizem que com um pouco de atenção podes ouvir os lamentos dos amantes e que, em dias soleados, o mar traz as vozes apaixonadas dos mesmos.