Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

4 conselhos para evitar equívocos na hora de comprar uma casa como investimento

É determinante escolher um imóvel que possa ser arrendado a amplo público, sobretudo famílias. / Photo by The Honest Company on Unsplash
É determinante escolher um imóvel que possa ser arrendado a amplo público, sobretudo famílias. / Photo by The Honest Company on Unsplash
Autor: Redação

Com os depósitos bancários a renderem pouco (ou nada) e o crédito barato devido às baixas taxas de juro, a par de uma alta procura no mercado de arrendamento, há cada vez mais portugueses a investir as suas poupanças no setor imobiliário. Mas comprar uma casa para rentabilizá-la através do arrendamento não é uma tarefa fácil, tal como afirma Jesús Duque, especialista espanhol em imobiliário.

Além do mais, é preciso cuidado, porque em caso de erro no investimento, os imóveis podem demorar a vender-se se não é uma propriedade atrativa ou chega uma crise. Por isso, é importante garantir que a casa está em bom estado e avaliar os gastos fixos.

Com o objetivo de ajudar a identificar, com critérios profissionais, se estamos perante um investimento adequado, a rede Alfa Inmobiliaria - da qual Jesús Duque é o vice-presidente - dá estes conselhos:

  • Assegurar-se de que a casa está em bom estado

Pintar, tratar do chão ou arranjar algum equipamento como o autoclismo não é excessivamente problemático, nem caro. No entanto, "se o imóvel está muito danificado e os gastos em reparações vão ser frequentes, ou se requer uma reforma integral, é necessário fazer muito bem as contas para que o investimento seja rentável no curto ou médio prazo", avisa Duque.

  • Avaliar todos os gastos fixos

É preciso fazer as contas a todas as despesas, sejam as que derivam dos condomínios, dos impostos ou de alguma possível dívida ou encargo sobre o imóvel. Tudo isto afeta negativamente na hora de calcular a rentabilidade de uma casa que se pretenda arrendar.

  • Escolher uma boa localização

Se o que desejas é ter a tua casa sempre ocupada escolhe uma propriedade capaz de satisfazer as necessidades de um público alargado, por cima dos teus próprios gostos ou necessidades. Opta, de preferência, por um apartamento de dois quartos, com escolas e zonas comerciais perto, bem como bem servido por infraestruturas de saúde, meios de transporte, restaurantes, etc. "A um investidor que se esteja a estrear neste mundo, nunca recomendamos apostar em bairros novos e pouco consolidados, que podem demorar anos a ter procura", destaca o especialista.

  • Investigar o preço real a que poderás arrendar a casa

A forma mais habitual de colocar um preço a uma renda de uma casa consiste em procurar qual é o valor cobrado por propriedades semelhantes na zona. E em momentos em que tenhas a casa sem um inquilino de longa duração, podes sempre considerar a possibilidade de colocá-la em alojamento local para receberes turistas por períodos curtos. Mas antes, já sabes, faz bem as contas a tudo.

Etiquetas
Dicas