Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A triste história de como a biblioteca mais espetacular dos EUA acabou convertida num parque de estacionamento (fotos)

Autor: Redação

A velha biblioteca pública de Cincinnati (EUA) poderia ter servido de inspiração a filmes como Harry Potter. As estantes verticais com capacidade para 300.000 livros, as escadas de caracol, os solos de mármore e os seus altíssimos tetos fizeram dela durante 85 anos um lugar único, mítico. Entrar ali era como passar para outro mundo. Um mundo iluminado por um impressionante teto envidraçado, que inundava de luz o salão principal.

Sempre vigiada pelos bustos de William Shakespeare, John Milton e Benjamín Franklin, que ladeavam o acesso através da porta principal, este monumento à literatura foi demolido em 1955 pelas obrigações do progresso. No seu lugar construíram um parque de estacionamento e um edifício de oficinas.

Erguido em 1874, o edifício estava destinado a albergar a ópera de Cincinnati, mas o projeto ficou sem fundos e as autoridades locais decidiram que o melhor era reconvertê-lo em biblioteca. "A mais espetacular dos EUA", segundo reclamava a imprensa da época.

Apesar da sua extrema beleza, a velha biblioteca pública estava destinada à partida. Durante pelo menos 30 anos, tentou-se  fechar o projeto de construção de um novo edifício, mas devido a problemas legais e financeiros, além da enorme inflação após à guerra mundial, permitiram ganhar algum tempo.

Mas acabou, finalmente, por fechar as portas na primavera de 1955. A sua coleção de 1,5 milhões de livros foram transladados para um novo lugar. O edifício foi demolido em apenas umas semanas e, o mais curioso, não houve sequer um protesto. A ninguém lhe pareceu um crime acabar com a biblioteca mais espetacular dos EUA.