Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mansões, iates ou o maior avião do mundo: o incrível legado de Paul Allen, cofundador da Microsoft

Paul Allen morreu há quase um ano, de cancro. / Wenn/Google/Wikimedia
Paul Allen morreu há quase um ano, de cancro. / Wenn/Google/Wikimedia
Autor: Redação

O empresário e filantropo Paul Allen morreu há quase um ano na sequência de um cancro. O cofundador da Microsoft, juntamente com Bill Gates, tinha uma fortuna avaliada em 21.700 milhões de dólares (19.700 milhões de euros) e aos poucos vai-se conhecendo o importante legado deixado em herança a familiares e instituições de caridade: desde o projeto do maior avião do mundo a um exclusivo  iate, passando por um vasto património imoibiliário. 

Uma das joias da coroa que integra a herança milionária deixada por Paul Allen é o iate Octopus, que agora está à venda por 295 milhões de euros: tem 126 metros de comprimento, dois heliportos, um campo de basquetebol e uma piscina com fundo de vidro, entre outros “pequenos” luxos. 

Destaque ainda para a Stratolaunch, a maior aeronave já construída. Um gigante dos céus com dois corpos unidos numa única asa de 117 metros. Tem 15 metros de altura e mede 72 metros do nariz à cauda, pesando 227 toneladas suportadas em 26 rodas.

No que diz respeito ao património imobiloiário, a herança de Paul Allen contempla pequenos apartamentos em Portland (Oregon) e terrenos em Beverly Hills, com uma mansão incluída avaliada em mais de 180 milhões de euros. Na lista consta ainda, por exemplo, uma quinta/rancho em Idaho. 

Curioso? Então o melhor mesmo é espreitares as fotos!