Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quais são as maiores fontes de receita do Estado?

Jornal de Negócios
Jornal de Negócios
Autor: Redação

No próximo ano o Estado português espera arrecadar cerca de três mil milhões de euros somando taxas, multas, juros e outras penalidades, de acordo com a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019). Mas, afinal, onde é que o Governo vai buscar mais dinheiro? No topo da lista aparecem as portagens, que ao todo vão permitir um encaixe de mais de 443 milhões de euros.

Depois das portagens seguem-se as propinas, cujo valor global deverá atingir os 364 milhões. As receitas provenientes de contraordenações e justiça aparecem em terceiro e quarto lugares, respetivamente. Também o imobiliário aparece representado no ranking das maiores fontes do Estado. O “registo predial” aparece em quinto lugar, esperando-se que gere um encaixe de mais de 210 milhões.