Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

App

Últimas notícias sobre "App" publicadas em idealista.pt/news

MB WAY atrai portugueses em força: mais de um milhão utiliza esta app

Em oito meses, entre fevereiro e setembro de 2018, mais de um milhão de portugueses (1 milhão e 154 mil pessoas) realizaram pagamentos com telemóvel através do serviço MB Way, um valor que corresponde a 14,2% do universo composto pelos residentes no continente com 15 e mais anos que possuem conta bancária.

Notícia sobre:

MB WAY: limite das transferências aumenta até 15.000 euros

A SIBS vai incorporar na aplicação móvel MB WAY a nova solução de transferências imediatas lançada recentemente pelo Banco de Portugal (BdP). Quer isto dizer que o limite máximo de transferência por operação através do MB WAY pode aumentar 20 vezes, passando de 750 euros para 15.000 euros. 

Notícia sobre:

Glovo já faz entregas no Porto

Primeiro Lisboa, agora Porto. A Glovo, aplicação espanhola de entrega de comida e documentos, chegou à capital em outubro do ano passado e opera desde segunda-feira (19 de março) na Invicta. Vai cobrar, na fase inicial e à semelhança do que acontece em Lisboa, uma taxa de entrega de um euro.

Notícia sobre:

Lei da Uber aprovada na especialidade

A Comissão de Economia aprovou esta quarta-feira (14 de março), na especialidade, a versão final da lei que vai regular as plataformas eletrónicas de transporte de passageiros – como Uber, Cabify ou Taxify –, mais de um ano depois da entrada no Parlamento da proposta de lei do Governo.

Notícia sobre:

Fisco lança nova aplicação móvel para consultar e pagar impostos

Pagar impostos através do telemóvel? Sim, já é possível. A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) dispõe de uma nova aplicação (app) móvel que permite aos contribuintes acompanhar a cada momento a sua situação fiscal e fazer o pagamento dos impostos em falta. A mesma chama-se “situação fiscal – pagamentos” e pode ser obtida na APP Store e no Google Play, para sistemas IOS e Android, respetivamente.

Notícia sobre:

Lei da Uber adiada: deputados têm 15 dias para chegar a consensos

Ainda não foi desta que a lei da Uber foi votada na especialidade. Devia ter sido votada esta quinta-feira (22 de fevereiro), mas o deputado socialista Luís Testa pediu o seu adiamento. O objetivo é que os deputados cheguem a um consenso, para depois ser elaborado um texto comum das várias propostas de lei. Têm 15 dias para o fazer.

Notícia sobre:

Lei que regula plataformas como a Uber poderá ser votada na próxima semana

A lei que vai regulamentar as plataformas como a Uber, Cabify e Taxify poderá ir a votação final já na próxima semana, a 2 de março, isto se a votação na especialidade estiver concluída esta quinta-feira (22 de fevereiro).

Notícia sobre:

Cerca de 17 mil portugueses já têm testamento vital

Cerca de 17 mil cidadãos já têm o seu testamento vital registado. Os números foram revelados pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), cuja app – MySNS Carteira – já permite consultar e descarregar o documento no smartphone. Esta é uma ferramenta que reúne diversas funcionalidades e que permite aos portugueses consultar vacinas, guias de tratamento, entre outros.

Notícia sobre:

Acabou-se o drama de não saber como ficará a mobília em casa antes de comprar

Agora será mais fácil comprar móveis para a tua casa. Pelo menos, na cadeia sueca Ikea, que se prepara para lançar uma aplicação de realidade aumentada que visa facilitar a vida aos mais indecisos. E evitar que se sofram desgostos como, por exemplo, quando chegas a casa e te apercebes que a mobília escolhida não ficava assim tão bem na tua sala de estar ou a cama não te cabe no quarto.

Notícia sobre:

Lisboa é uma das cinco cidades candidatas a receber um centro operacional da Uber

Lisboa integra uma “short-list” de quatro cidades candidatas à instalação de um centro operacional e de suporte da Uber, que está em Portugal desde julho de 2014 e tem já operações na capital, no Porto e no Algarve, contando com mais de 3.000 motoristas. Cracóvia (Polónia), Cairo (Egito), Limerick (Irlanda) e Paris (França) completam a lista.

Notícia sobre: