Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Segurança no trabalho: taxa de acidentes mortais desce em 2018 na UE e em Portugal

Eurostat
Eurostat
Autor: Redação

A taxa de acidentes de trabalho mortais baixou em 2018 na média da União Europeia (UE) para 2,21 por 100 mil trabalhadores, inferior a registada nos últimos anos – em 2010, por exemplo, era de 2,87. Portugal está a acompanhar esta descida, tendo verificado, ainda assim, uma taxa superior: 2,69. Trata-se, no entanto, do valor mais baixos dos últimos anos. Em causa estão dados divulgados recentemente pelo Eurostat.

Segundo o gabinete de estatísticas europeu, ocorreram, no ano em análise, 2.954 acidentes de trabalho fatais. Entre os estados-Membros da UE, as taxas mais elevadas foram registadas no Luxemburgo, com 6,42 acidentes mortais por 100 mil trabalhadores, na Roménia (5,27) e na Letónia (4,69). Em sentido inverso encontra-se a Holanda, com 0,87 acidentes fatais por 100 mil trabalhadores. 

De referir ainda que, em 2018, quase 2,4 milhões acidentes trabalho resultaram em faltas ao trabalho de quatro dias ou mais na UE, sendo que os homens têm uma maior probabilidade de sofrer um acidente de trabalho: quase oito em cada 10 (78%) não fatais e a grande maioria (96%) dos mortais.