Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Eurostat

Últimas notícias sobre "Eurostat" publicadas em idealista.pt/news

Imobiliário em alta na Zona Euro: preços das casas com maior subida dos últimos 14 anos

Não é só em Portugal que o preço das casas tem vindo a subir nos últimos tempos, inclusive em tempos de pandemia da Covid-19. Na Zona Euro assistiu-se, no quarto trimestre de 2020, a um crescimento homólogo de 5,4%, o maior aumento dos últimos 14 anos, ou seja, desde 2006. Na União Europeia (UE) a subida média quando comparada com o mesmo trimestre de 2019 foi maior, de 5,7%. Já em Portugal o crescimento homólogo foi de 8,6%. Em causa estão dados divulgados esta quinta-feira (8 de abril de 2021) pelo Eurostat.

Notícia sobre:

Rx aos preços das casas e das rendas em Portugal na última década – subiram mais de 40% e 20%

No espaço de dez anos, entre 2010 e o quarto trimestre de 2020, os preços das casas subiram mais de 40% em Portugal. Um cenário de crescimento que também se verificou no mercado de arrendamento, com o valor cobrado por senhorios a inquilinos a disparar mais de 20%. Trata-se de valores bem superiores aos verificados na média dos países da União Europeia (UE) e da Zona Euro, segundo dados divulgados esta quinta-feira (8 de abril de 2021) pelo Eurostat.

Notícia sobre:

Nascem menos bebés na UE – Portugal contraria tendência

Nascem cada vez menos bebés na União Europeia (UE), tendo o ano de 2019 mantido essa tendência anual, com 4,17 milhões de nascimentos. Um cenário que não se verifica em Portugal, com o número de mães a dar à luz a aumentar desde, pelo menos, 2014. Em causa estão dados do Eurostat relativos à taxa de fertilidade na UE.

Notícia sobre:

Portugal é o 7º país da UE onde os rendimentos médios brutos mensais são mais baixos

Portugal era, em 2018, o 7º país da União Europeia (UE) onde os rendimentos médios brutos mensais eram mais baixos: 933 euros. Trata-se, ainda assim, de um valor superior face ao registado quatro anos antes, em 2014 (867 euros), segundo dados divulgados recentemente pelo Eurostat.

Notícia sobre:

Portugal é o 9º país da UE com mais área florestal

Portugal é o 9º país da União Europeia (UE) com mais área florestal: 36% da superfície terrestre, um valor ligeiramente inferior ao verificado na média da região (38%). Em causa estão dados divulgados recentemente pelo Eurostat, a propósito do Dia Internacional das Florestas, que é comemorado dia 21 de março.

Notícia sobre:

Turismo na UE caiu mais de 50% em 2020 devido à pandemia

O número de dormidas em estabelecimentos de alojamento turístico na União Europeia (UE) recuou para metade em 2020, face ao ano anterior, devido à pandemia da Covid-19, segundo dados divulgados recentemente pelo Eurostat. O número de noites passadas em estabelecimentos de alojamento turístico totalizou 1,4 mil milhões, menos 52% em relação a 2019.

Notícia sobre:

Portugal é o 9º país da UE onde as mulheres têm o primeiro filho mais tarde – 29,9 anos

As mulheres que vivem na União Europeia (UE) estão a ter o primeiro filho cada vez mais tarde. Em 2019, em média, as mães davam à luz pela primeira vez aos 29,4 anos, uma idade ligeiramente inferior à verificada em Portugal (29,9 anos), segundo dados revelados recentemente pelo Eurostat. 

Notícia sobre:

Produção na construção recua em 2020 na Zona Euro (5,7%) e na UE (5%)

Em 2020, ano marcado pelo aparecimento da pandemia da Covid-19, a produção no setor da construção recuou 5,7% na Zona Euro e 5% na União Europeia (UE) face a 2019, segundo dados divulgados esta quarta-feira (17 de fevereiro de 2021) pelo Eurostat. Além de ter recuado no acumulado do ano, também diminuiu na variação em cadeia, em dezembro de 2020 face a novembro, e homóloga, em dezembro de 2020 face ao mesmo mês de 2019. 

Notícia sobre:

Custos com a habitação na UE (e em Portugal) são mais pesados para cidadãos estrangeiros

Em 2019, 25% dos cidadãos não pertencentes à UE que viviam na UE-27 enfrentavam um fardo significativo no seu rendimento disponível com despesas de habitação. Um número superior aos custos de habitação dos cidadãos de outros países da UE (19%) e dos nacionais (9%). No caso de Portugal, a tendência é semelhante, sendo que os cidadãos nacionais têm menos custos com a habitação quando comparados com os dos restantes países europeus (5,9%).

Notícia sobre:

Salários mínimos na UE em tempos de pandemia: Portugal a meio da tabela (776 euros brutos)

Em janeiro de 2021, ou seja, em plena pandemia da Covid-19, o salário mínimo bruto em vigor nos 21 Estados-membros da União Europeia (UE) variava, onde vigora, entre 332 euros, na Bulgária, e 2.202 euros, no Luxemburgo. Portugal surge em 12º lugar (776 euros). Em causa estão dados divulgados recentemente pelo Eurostat.

Notícia sobre: