Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Eurostat

Últimas notícias sobre "Eurostat" publicadas em idealista.pt/news

Radiografia do dia: Taxa de desemprego nas 272 regiões da UE em 2013

As taxas de desemprego nas 272 regiões da União Europeia (UE) variaram entre os 2,6% em Oberbayern (Alemanha) e os 36,3% na Andaluzia (Espanha). Segundo o Eurostat, além dos 2,6% de Oberbayern, as menores taxas registaram-se em Freigurg (Alemanha) e Salzburgo (Áustria), com 2,9% cada, e Tubingen (Alemanha) e Tirol (Áustria), ambas com 3%.

Notícia sobre:

Onde vivem os europeus e os portugueses? Quase metade reside em apartamentos

Em 2018, quase metade (46%) da população da União Europeia (UE) vivia em apartamentos, sendo que pouco mais de um terço (35%) morava em vivendas/casas isoladas e cerca de um quinto (19%) em habitações semi-geminadas ou geminadas. Uma realidade semelhante à vivida em Portugal: 45,7%, 36,9% e 17,3%, respetivamente.

Notícia sobre:

A precariedade laboral na UE em 2019 à lupa: Eurostat alerta para mudanças no pós-Covid-19

O mercado de trabalho pode vir a mudar à medida que a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus se desenrola na União Europeia (UE). O alerta é dado pelo Eurostat, que considera que a Covid-19 poderá levar a “mudanças na precariedade”, nomeadamente a nível laboral. 

Notícia sobre:

Preço da luz cai 4,9% em Portugal no segundo semestre de 2019 – é a terceira maior descida da UE

No segundo semestre de 2019, o preço da luz desceu 4,9% em Portugal face ao período homólogo, tendo registado a terceira maior descida da União Europeia (UE), apenas atrás de Dinamarca (6,3%) e Grécia (-5,8%). Um valor que compara com um aumento de 1,3% em média da UE. 

Notícia sobre:

Um em cada três portugueses não consegue pagar despesas imprevistas

Os números são relativos a 2019, ou seja, a uma era pré-pandemia de novo coronavírus, mas são alarmantes: um terço dos portugueses (33%) – um em cada três – não conseguia pagar despesas imprevistas no ano passado. Trata-se de um valor ligeiramente inferior ao verificado no ano anterior (33,3%), mas ligeiramente superior ao registado na média da União Europeia (UE): 32%.

Notícia sobre:

Portugal, um dos "reis" do turismo: era o sexto país da UE com mais empresas

O turismo é, em toda a Europa, um dos setores mais afetados pela crise provocada pelo novo coronavírus. E Portugal, claro, não é exceção. Números revelados recentemente pelo Eurostat dão conta que, em 2017, Portugal era o sexto país da União Europeia (UE) com mais empresas turísticas.

Notícia sobre:
Gtres

Preço das casas em Portugal (ainda) aumentou no último trimestre de 2019 – o dobro da Zona Euro...

Os preços das casas em Portugal ainda continuam a subir. Ainda porque esse é um cenário que poderá mudar de figura em breve, quando entidades como o Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Eurostat – e mesmo o idealista – analisarem dados relativos ao segundo trimestre de 2020, que está a ser assombrado pela pandemia do novo coronavírus. Os números mais recentes do gabinete de estatísticas da UE apontam para uma subida dos preços de 8,9% no quarto trimestre de 2019 face ao período homólogo. 

Notícia sobre:

Portugueses procuram menos informação de saúde online que os europeus

No ano passado, antes da pandemia do novo coronavírus ter assolado o mundo, 53% dos cidadãos europeus entre os 16 anos e os 74 anos usaram as ferramentas digitais para encontrar informação online sobre temas de saúde. Portugal encontra-se abaixo da média da União Europeia (UE): 49%.

Notícia sobre:

Portugueses são dos europeus que menos consultam o site do Governo

Os portugueses são dos cidadãos da União Europeia (UE) que menos consultam o site do Governo. Os números revelados dia 7 de março de 2020 pelo Eurostat são esclarecedores: só 35% dos portugueses vão ao site do Executivo, abaixo da média de 44% registada entre os vários Estados-membros.

Notícia sobre:

Mulheres ao poder? Portugal é o 9º país da UE com mais senhoras no Governo

Portugal é o 9º país da União Europeia (UE) com maior percentagem de mulheres face ao total do Governo: 36%. Uma percentagem superior à verificada na média da UE (31%) e em países como Itália (34%), Dinamarca (32%) e Bélgica (31%), entre outros.

Notícia sobre: