Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Portfólio de fundos de investimento imobiliário cresce para 108 milhões de euros

Autor: Redação

A carteira gerida pelos fundos de investimento imobiliário portugueses cresceu em 107,8 milhões de euros no passado mês de junho, um aumento de 1,02% face ao mês anterior, num total de 10.690,7 milhões de euros em património sob gestão segundo dados da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A Interfundos, a Norfin e a Fundger tiveram, nesse período, as quotas de mercado mais elevadas, de 14%, 12,6% e 9,5%, respetivamente.

Este valor caiu 0,1% para os 7.645,2 milhões de euros no caso dos fundos de investimento imobiliário, e aumentou 4,6% para os 2.540 milhões de euros no caso dos fundos especiais de investimento imobiliário. Os fundos de gestão de património imobiliário geriam mais 0,1% e um total de 505,5 milhões de euros em junho.

Segundo a estatística periódica da CMVM, a totalidade dos investimentos continuou a ser feita nos países da União Europeia, à semelhança dos últimos anos. 46,6% da carteira dos FII e FEII abertos diz respeito a imóveis do setor dos serviços, enquanto que 41,9% da carteira dos FUNGEPI diz respeito ao setor do comércio.

Em junho foram liquidados o “Fundo de Investimento Imobiliário Fechado GEF 3”, gerido pela GEF, e o “Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado em Reabilitação Urbana – First Oporto Urban Regeneration Fund”, gerido pela Fundbox.