Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Setor imobiliário

Últimas notícias sobre "Setor imobiliário" publicadas em idealista.pt/news

Housefy: "A nossa ambição é sermos os primeiros como agência digital em Portugal, Espanha e Itália"

Notícia sobre:

Imobiliário e dívida ajudam banca nacional a melhorar resultados

Grandes bancos a operar em Portugal arrancaram o ano com lucros superiores a 373 milhões de euros. E os negócios com o imobiliário e títulos de dívida contribuíram para estes resultados. Mas o malparado continua a pesar contra.

Notícia sobre:
Gtres

Como se relacionam as diferentes gerações com o imobiliário?

As diferenças entre gerações importam na forma como se trabalha no imobiliário? Não muito. Independentemente da idade, os clientes precisam de serem orientados no negócio. Ainda assim, há uma diferença interessante: em vez de comprarem casa, um número significativo de Millennials opta por arrendar, numa proporção que não se regista nas restantes gerações.

Notícia sobre:

Há uma década que o imobiliário não gerava tanto investimento

Desde 2007 que o setor imobiliário nacional não registava volumes de investimento tão elevados como em 2017. No total, no ano passado foram investidos 24,3 mil milhões de euros, mais seis mil milhões de euros que em 2016, numa variação homóloga de 33,5%. Neste mesmo período, foram transacionados 226.617 imóveis, mais 13,5% do que no anterior. Desde 2008 até 2012 o setor registou sucessivas quebras, tendo começado a recuperar a partir de 2013.

Notícia sobre:

Governo estuda fazer (outra vez) alterações ao regime dos vistos gold

Depois do Regime de Residente Não Habitual - que concede privilégios fiscais a estrangeiros em Portugal - agora é a vez do regime de autorizações de residência para atividade de investimento estar na frente de ataque do Bloco de Esquerda (BE), que reclama o seu fim por considerar que favorece a especulação imobiliária e a criminalidade económica. Em resposta, o Governo admite avaliar alterações aos chamados vistos gold - que têm ajudado à dinamização do imobiliário nos últimos anos.

Notícia sobre:
Francisco Bacelar, presidente da Associação dos Mediadores do Imobiliário de Portugal / ASMIP

“Muitas licenças de mediação são dadas a quem não tem preparação”, diz presidente da ASMIP

Nas palavras do presidente da ASMIP - Associação dos Mediadores do Imobiliário de Portugal, há alguns aspetos que preocupam o setor da mediação, a começar pelos profissionais ilegais que proliferam no mercado. Em entrevista ao idealista/news, Francisco Bacelar alerta para a necessidade de melhorar a formação e idoneidade dos mediadores”.

Notícia sobre:

Investir em imobiliário rende 11 vezes mais que em obrigações e o dobro da bolsa

O frenesim à volta do setor imobiliário é tanto - não só a nível nacional, como também lá fora - que se começa a falar de um fenómeno chamado de "pólvora seca". Ou seja, os fundos estão, por vezes, com excesso de liquidez porque não conseguem investir devido à falta de oferta. E o que explica tudo isto? A alta rentabilidade que os ativos imobiliários oferecem hoje face a outras aplicações, como as obrigações e as ações.

Notícia sobre:

Imobiliário engorda cofres da Câmara da capital

O mercado imobiliário em alta está a ajudar à melhoria da saúde financeira da capital, pela via fiscal. A Câmara de Lisboa recebeu no ano passado mais 79,5 milhões de euros (subida de 17,2% face a 2016) de impostos e taxas, somando um total de 543,1 milhões de euros, incluindo IMT, derrama municipal e outros.

Notícia sobre:

Investimento imobiliário comercial pode ultrapassar os 2.500 milhões em 2018

O mercado imobiliário está de boa saúde? Está. O ano de 2017 foi bom, mas 2018 poderá ser ainda melhor. A Cushman & Wakefield acredita que o setor deverá manter uma trajetória positiva e estima que o investimento imobiliário comercial ultrapasse os 2.500 milhões de euros no próximo ano. Tudo dependerá dos negócios que estão em pipeline, à espera de luz verde para avançar.

Notícia sobre:
Preços das casas disparam 25% desde a crise

Preços das casas disparam 25% desde a crise

As casas em Portugal estão cada vez mais caras, tendo o índice de preços da habitação atingido, no segundo trimestre deste ano, o valor mais elevado desde que há registo, com uma subida de 8,9% face ao período homólogo. Só desde o início de 2017, e segundo mostram os dados mais recentes do INE, os preços dos imóveis residenciais cresceram 5,4%, o que se traduz numa recuperação acumulada de 25,2% desde o mínimo registado no segundo trimestre de 2013. E as casas usadas têm sido o grande propulsor deste dinamismo.

Notícia sobre: