Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Casa do Impacto muda-se para Marvila e vai acolher o triplo das startups

O projeto de empreendedorismo e inovação da Santa Casa de Lisboa vai passar para o Lisboa Social Mitra, um novo polo de empreendedorismo e inovação social.

3º Aniversário Casa do Impacto via Facebook Casa do Impacto
3º Aniversário Casa do Impacto via Facebook Casa do Impacto
Autor: Redação

A Casa do Impacto, um projeto de empreendedorismo e inovação da Santa Casa de Lisboa, vai mudar de instalações. Depois de três anos no Convento de São Pedro de Alcântara, a incubadora vai passar para o Lisboa Social Mitra, centro de inovação social localizado em Marvila. Neste novo espaço, garante, será capaz de albergar três vezes mais startups.

“A zona oriental de Lisboa marca um futuro promissor para o país. O Lisboa Social, no antigo espaço da Mitra, vem integrar a vertente social nas zonas do Beato e Marvila, que serão o novo pólo do empreendedorismo da cidade, impulsionado pelo Hub Criativo do Beato”, comenta Inês Sequeira, diretora da Casa do Impacto, citada em comunicado.

“O impacto faz seguramente parte desse futuro, o que vai permitir dinâmicas pela proximidade geográfica de vários players muito relevantes e no lançamento do que se faz de melhor e mais inovador em Portugal. A economia só faz sentido se for assim, também social”, acrescenta.

Ao que tudo indica, o novo local poderá acolher o triplo das startups que cumpram com algum dos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU), tais como a diversidade e inclusão, o emprego, a saúde, a educação e o ambiente, entre outros.

Em três anos, como hub de inovação e empreendedorismo social e ambiental, a Casa do Impacto juntou mais de 200 empreendedores, 48 startups e investiu dois milhões de euros em projetos.

Lisboa Social Mitra

Com um investimento a rondar os 10 milhões de euros, o projeto Lisboa Social Mitra vai fazer nascer uma creche, uma academia de formação dedicada à economia social, uma quinta comunitária, um espaço aberto à comunidade com um jardim de lazer, além de novos espaços de trabalho dedicados ao empreendedorismo social (com a mudança da Casa do Impacto do Convento de São Pedro de Alcântara para o Palácio da Mitra), e à reabilitação da atual Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) já existente no local.

Nas comemorações do 3º aniversário da Casa do Impacto, na passada quarta-feira, 13 de outubro, no novo espaço da Mitra no Beato, Ana Vitória Azevedo, administradora da Misericórdia de Lisboa, destacou que a reabilitação da Mitra foi pensada para “criar um conjunto de valências suportadas na inovação e no empreendedorismo, que pretendem facilitar e apoiar as pessoas com mais dificuldades de integração na sociedade”. Nesse sentido, deu nota que “o espaço vai acolher projetos de natureza social, económica, ambiental e de empreendedorismo, a par de espaços comunitários. Será um espaço de causas diferentes… de boas causas”.