Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

"Querido mudei a casa" anda à procura de novos franchisados

Autor: Redação

O "Querido Mudei a Casa - Obras" está a transmitir, até ao final do ano, a nova campanha televisiva "Querido, mudei de trabalho", com o objetivo de recrutar novos franchisados para a rede de pequenas obras, incluindo carpinteiros, eletricistas, pintores ou canalizadores. O direito de entrada custa 3 mil euros e o contrato é por dois anos, renovável.

"O objetivo desta campanha é recrutar franchisados para o Querido Mudei a Casa Obras e, em simultâneo, colocar a marca no top of minds dos portugueses quando o tema são as pequenas obras", explica João Carvalho, diretor-geral da Melon, a empresa patrocinadora oficial do programa "Querido Mudei a Casa" desde 2012, citado pelo Dinheiro Vivo.

A Melom, segundo noticia o portal, adquiriu os direitos de uso de imagem do programa para a conceção de um sistema de franchising para as pequenas obras, nascendo assim, em junho passado, a "Querido Mudei a Casa - Obras", uma rede que inclui como franchisados carpinteiros, eletricistas, pintores ou canalizadores. O direito de entrada custa 3 mil euros e o contrato é por dois anos, renovável.

A marca nasceu para dar resposta ao elevado número de solicitações que a Melom recebe para pequenas intervenções ou reparações, representando cerca de 40% do total de pedidos. Atualmente, os pedidos podem ser feitos pela internet (queridoobras.pt) ou pelo telefone 707201105.

A Melom é uma marca portuguesa especializada em reabilitação de imóveis que inclui 71 franchisados em todo o território nacional.