Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Deco Alerta: quais as obrigações de quem limpa o teu prédio?

Gtres
Gtres
Autor: Redação
A maioria dos condomínios contrata uma empresa ou um funcionário para garantir a limpeza dos edifícios. Mas as suas obrigações nem sempre são claras e, às vezes, geram dúvidas e até conflitos entre vizinhos. Não te preocupes, no artigo de hoje da rubrica semanal Deco Alerta, destinada a todos os consumidores em Portugal e assegurada pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news, explicamos-te tudo sobre este tema.
 
Envia a tua questão para a Deco, por email para decolx@deco.pt ou por telefone para 00 351 21 371 02 20.

Ficou decidido na nossa última reunião de condóminos que a limpeza do condomínio seria feita por uma empresa profissional e não por nós, como até agora. Gostaríamos muito de conhecer as nossas obrigações para com esta empresa e para tal solicitamos os vossos conselhos.

A situação que nos relatas é comum. Na verdade, compete à administração do condomínio assegurar a limpeza regular, eficaz e segura dos espaços comuns do prédio, mas é frequente que essa tarefa seja entregue a mão-de-obra externa. Referimo-nos à contratação de um funcionário dedicado a essa tarefa ou de uma empresa especializada na área.

A administração do condomínio fica, pois, obrigada a confirmar o cumprimento rigoroso de determinados cuidados sempre que se verifique o serviço de limpeza. Recordamos-te que manter um condomínio limpo ajuda na conservação e durabilidade da estrutura do edifício, bem como afasta doenças que podem vir a afetar todos aqueles que compartilham esse ambiente.

A segurança dos condóminos deve estar garantida, pelo que terão de verificar se os métodos de limpeza e os produtos utilizados são adequados às tarefas de forma a higienizar bem o local assim como evitar queimaduras, irritações e intoxicações. Deve ser, também, utilizada sinalética apropriada que indique que o piso pode estar escorregadio ou molhado.

Portanto, antes de contratarem a empresa deverão averiguar sobre a especialização dos funcionários responsáveis por esta tarefa, pois só eles estão preparados para a função e realmente informados sobre os produtos a utilizar, sobre o seu correto acondicionamento nas suas embalagens originais e na sua arrumação em local apropriado, fechado e seguro, longe da humidade, do calor excessivo e do alcance das crianças. 

Independentemente do tamanho do condomínio, para se manter as diferentes áreas comuns sempre limpas, é muito importante, para além de bons profissionais, ter um planeamento das limpezas, com um calendário e lista de tarefas para otimizar tempo e trabalho, e produtos adequados a cada processo. Estas são obrigações da administração do condomínio.