Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

25 de Abril no Convento do Carmo - Quartel da Liberdade de portas abertas a todos

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

O emblemático Quartel do Carmo está aberto ao público – as visitas são grátis – até dia 19 de maio. São mais de 600 anos da história de Portugal, 400 anos da história do convento carmelita fundado por D. Nuno Álvares Pereira, 200 anos das guardas militares portuguesas, 108 da Guarda Nacional Republicana (GNR) e 45 anos do 25 de Abril.

Para conhecer as muitas vidas do edifício, nomeadamente as memórias do 25 de Abril de 1974 – foi ali que Marcello Caetano se rendeu aos homens comandados por Salgueiro Maia, colocando fim a 48 anos de ditadura –, está patente a exposição “O Carmo aGuarda”. 

Segundo o Público, os interessados podem ainda visitar os espaços emblemáticos do edifício de estilo gótico, que resistiu parcialmente a dois terremotos (1531 e 1775), até 19 de maio, entre as 10h e as 18h, sendo que a última admissão acontece às 16h30.

Aos sábados, pelas 11h, é oferecido aos visitantes um momento musical pelo Quarteto de Cordas da Banda de Música da GNR e às quartas-feiras, pelas 10h, tem lugar a tradicional cerimónia do render da Guarda, escreve a publicação. E mais: até 4 de maio e no dia 18 de maio (Dia Internacional dos Museus) existirão recriações históricas e momentos de interação das mascotes da GNR. 

De referir que as visitas guiadas para grupos superiores a 10 pessoas são sujeitas a marcação prévia, através do e-mail museu@gnr.pt.