Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Como tratar de questões do condomínio em período de férias?

Existem várias soluções que podem ser adotadas para garantir o correto funcionamento do condomínio. Explicamos tudo neste artigo da Deco Alerta.

unsplash.com/@unitednations
unsplash.com/@unitednations
Autor: Redação

O verão já chegou e significa férias para muita gente. Mas, como a vida continua, é preciso garantir que tudo continua a funcionar mesmo durante as ausências. Isto mesmo tem de acontecer num condomínio, se o administrador, a porteira ou outros profissionais estiverem fora. Há soluções que podem ser adotadas, com tempo para assegurar que tudo funciona bem. Explicamos tudo neste artigo.

A Deco Alerta é uma rubrica semanal destinada a todos os consumidores em Portugal que é assegurada pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor* para o idealista/news.

O administrador do nosso condomínio vai de férias no mês de julho. O condomínio terá de ficar sem administração ou existem outras soluções?

O facto de nos enviares esta dúvida pressupõe que o administrador informou com antecedência sobre o seu período de férias, permitindo-vos resolver esta ausência e, assim, evitar possíveis transtornos. As regras para esta situação referem que o administrador deverá organizar as tarefas essenciais ao condomínio, por exemplo o pagamento das contas mensais da luz, água e elevadores, para que sejam cumpridas atempadamente.

Se existirem funcionários do condomínio, como seja o porteiro ou empregada da limpeza, também as suas férias devem ser planeadas e encontrados profissionais que os substituam, caso seja necessário, garantindo a organização, limpeza e segurança do prédio.

Relativamente às questões administrativas e burocráticas, se a gestão do condomínio estiver organizada e em dia, não existe razão para deixar assuntos pendentes. Os recibos têm de estar entregues, as quotas cobradas e sem atrasos e as contas pagas e agendadas.

No caso de se verificar alguma emergência ou reparação indispensável e urgente, na ausência do administrador, legalmente qualquer outro condómino (s) poderá resolver o problema.

Respondendo concretamente ao teu pedido sobre a existência de outras soluções, informamos-te que o condomínio poderá adotar por uma das vias que aqui apontamos para fazer face ao período de férias do administrador:

  • Administração coletiva: eleição de dois ou mais administradores. Neste caso, é possível repartir as tarefas de forma equilibrada e, com uma gestão sensata (ou seja, não vão os dois de férias ao mesmo tempo!) é possível evitar problemas;
  • Administrador suplente: o condomínio opta por nomear, além do administrador “principal”, um administrador suplente, de forma a precaver situações em que o administrador principal, por alguma razão de força maior, fique impedido de exercer o cargo (doença, férias, etc.).

Se nenhuma das opções for adotada e não houver substituto designado, a administração do condomínio pode também recorrer ao apoio de uma solução de gestão online, onde os moradores podem aceder e verificar o estado da gestão ou comunicar qualquer tipo de ocorrência que achem relevante. Desta forma, o administrador, caso pretenda, está sempre ao corrente do que se passa no condomínio, através da recepção de mensagens.

Conta com o apoio da DECO através do número de telefone 21 371 02 20, do endereço eletrónico decolx@deco.pt. Podes também marcar atendimento via skype. Segue-nos na página de Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e Linkedin.