Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Guia para escolher a piscina ideal para ter em casa

Não se trata apenas de eleger a localização, medidas e acabamentos, a decisão é muito mais complicada que isso. Eis algumas dicas que podem dar uma ajuda.

Habitissimo
Habitissimo
Autor: Redação

Com o verão a chegar e as temperaturas a aumentar, os dias já convidam a dar uns mergulhos. Ter piscina em casa é um luxo, mas na hora de escolher surgem muitas dúvidas. Não se trata apenas eleger a localização, medidas e acabamentos, a decisão é muito mais complicada que isso. A Habitissimo deixa algumas ideias-chave para escolher a que mais nos convém.

Enterradas ou elevadas

É uma diferença básica quando falamos de piscinas – mas que é importante ter em mente. A vantagem das enterradas é que não há limitação em termos de dimensões. Além disso, integram-se perfeitamente com o ambiente. No entanto, o orçamento pode subir, pois é essencial escavar e preparar o terreno. 

Habitissimo
Habitissimo

Piscinas acima do solo não exigem tanta complexidade quando se trata de construção ou instalação. Apenas precisas de te certificar de que a base sobre a qual se assenta a piscina é nivelada e estável. Podem ser pré-fabricadas em aço ou chapa, madeira, etc. Mas também é possível fazer uma piscina elevada com uma estrutura de betão revestida externamente, por exemplo.

Existe uma solução intermediária, que é a das piscinas semienterradas, que costumam ser construídas quando o terreno apresenta um desnível considerável.

Piscinas de construção ou pré-fabricadas

É a outra grande diferença entre algumas piscinas e outras. As piscinas de construção são aquelas que são feitas no local e por isso o preço da obra é normalmente mais elevado. Em troca, são piscinas "para toda a vida".

Já nas piscinas pré-fabricadas o modelo é fabricado com um molde pré-definido e posteriormente instalado no local escolhido. A construção é muito mais rápida, além do facto de a variedade de modelos ser enorme e o seu preço mais ajustado. No entanto, geralmente não são tão grandes.

Habitissimo
Habitissimo

Materiais diferentes

Os avanços tecnológicos e os novos materiais permitem que as piscinas sejam feitas de muitos materiais diferentes. Se falarmos do mais clássico, as piscinas de betão ainda são feitas de gunite e malha de metal. Entre as suas vantagens, é de referir que se consegue uma estrutura de enorme resistência, que pode ser desenhada de todos os tipos de formas e tamanhos.

Habitissimo
Habitissimo

Outra forma possível é usar lajes pré-moldadas que são montadas de forma extremamente rápida. A piscina pode ser coberta com vinil, azulejo, cerâmica ou microcimento.

O outro material clássico para piscinas é o poliéster reforçado com fibra de vidro. Praticamente não há limitação nas formas, são resistentes, de fácil manutenção e, além disso, opreço é mais barato que o do betão ou do aço.

O aço inoxidável é um material que, aos poucos, se impõe na construção de piscinas, enterradas ou elevadas. As suas linhas são sempre atraentes e modernas, mas o preço é bastante alto.

Quando o que se procura é distinção: piscinas muito especiais

Existem piscinas que merecem uma menção à parte, não pelos seus materiais ou sistema construtivo, mas pelo seu design e características que as tornam únicas:

  • Piscinas em vidro ou acrílico: o facto de uma ou duas paredes da piscina serem transparentes cria um impacto visual espectacular, tanto no seu interior como no exterior. Para quem procura algo verdadeiramente único, as piscinas de vidro são perfeitas.
  • Piscinas naturais: a diferença relativamente às convencionais é que não se utilizam sistemas de purificação química, mas sim meios naturais à base de plantas. São sustentáveis, coloridas e combinam perfeitamente com o meio ambiente.
  • Piscinas transbordantes: nelas a água sai dos limites do vidro. Visualmente são muito atraentes, pois a borda confunde-se com a paisagem. Além disso, a nível funcional, são muito mais limpas, pois a sujidade desaparece com o transbordamento.
  • Piscinas de areia: são assim chamadas porque a sua superfície tem um acabamento especial graças à mistura de areia e resina. São piscinas muito bonitas, mas o seu preço é mais elevado e requerem o trabalho de profissionais altamente especializados.
Habitissimo
Habitissimo