Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A cidade subterrânea secreta à prova de bombas que se esconde no Reino Unido (fotos)

Autor: Redação

Em plena Guerra Fria, o Governo britânico temia que Londres fosse alvo de um ataque nuclear. Confirmando-se, a nova capital do Reino Unido seria “Burlington”, o nome de código escolhido para uma cidade subterrânea secreta escondida 30 metros abaixo do solo na pequena localidade de Corsham. Durante cinco anos, entre 1956 e 1961, o exército britânico construiu uma cidade bunker com um quilómetro de cumprimento, 200 metros de largura e dez quilómetros de túneis.  

Situada a duas horas de Londres, e caso se tivesse confirmado um ataque atómico, mais de 4.000 altos funcionários/governantes seriam transferidos desde o coração de da capital britânica para este esconderijo à prova de bombas construído pelo governo. A palavra chave para por em marcha esta evacuação de emergência era “laranjada”, confirma um documento oficial que foi desclassificado em 2011.

E apesar da capacidade de “Burlington” nunca ter sido posta à prova, a cidade subterrânea estava preparada para acolher os altos governantes do Reino Unido, com o primeiro-ministro à cabeça. Este enorme “esconderijo” estava equipado com todo o tipo de comodidades, desde padaria, lavandarias, bares, hospital e até um estúdio da BBC com capacidade para 11 trabalhadores. 

Este gigantesco Bunker foi finalmente desativado em 1991, quando, dois anos depois da queda do Muro de Berlim, considerou-se que o perigo de haver um ataque nuclear já tinha terminado. Desde então permanece abandonado, apesar de estar na posse do governo britânico e de custar aos cofres do estado cerca de um milhão de euros por ano.