Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Economia mundial vai crescer este ano, mas de forma frágil, antecipa o Banco Mundial

Autor: Redação

O Banco Mundial prevê que a economia mundial tenha crescido 2,6% em 2014, acelerando o ritmo de crescimento para os 3% este ano, mas alerta para o "ambiente económico incerto" e destaca a "recuperação global frágil".

No seu relatório bienal 'Global Economic Prospects' (Perspetivas Económicas Globais), citado pela Lusa, o Banco Mundial afirma que, após um "ano dececionante de 2014", é expectável que os países em desenvolvimento tenham um "ligeiro aumento" do seu crescimento em 2015, impulsionado por "baixos preços de petróleo, uma economia norte-americana mais forte, contínuas baixas taxas de juro globais, bem como diminuição de obstáculos internos em vários maiores mercados emergentes".

Depois de um crescimento da economia global de 2,6% em 2014, o Banco Mundial antecipa que cresça 3% este ano, 3,3% em 2016 e 3,2% em 2017, num desempenho que se deverá sobretudo à evolução dos países em desenvolvimento, escreve ainda a agência Lusa.

Este grupo de países deverá ter crescido 4,4% em 2014, prevendo-se um crescimento de 4,8% em 2015, de 5,3% em 2016 e de 5,4% em 2017, segundo o relatório.

Já quanto às previsões dos países desenvolvidos, o Banco Mundial prevê que, em 2014, tenham crescido 1,8% e que cresçam 2,2% este ano, 2,4% em 2016, um aumento que deverá abrandar para os 2,2% em 2017, o último ano do horizonte das projeções.