Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Pavilhões da Expo 2015 (em Milão) que não podes perder: China e o “presente da natureza ao ser humano”

Autor: Redação

Afetada pela pior crise económica dos últimos anos, a China tem um espetacular pavilhão na Expo 2015, que se realiza em Milão (Itália) – começou a 1 de maio e termina a 31 de outubro – e tem como tema “Terra de esperança, alimento para a vida”. Inspira-se, portanto, no ser humano como parte da natureza.

A estrutura não passa despercebida, em especial as suas formas onduladas de um telhado composto por mais de mil painéis de bambu e por uma membrana de plástico que filtra a luz de um modo muito peculiar.

É a primeira vez que a China tem um pavilhão com uma construção própria numa Exposição Universal. O seu design é resultado da colaboração entre um consórcio formado pela Universidad de Tsinghua e pelo Beijing Qingshang Environmental & Archtectural Design Institut.

A “casa” da China na Expo 2015 de Milão tem uma área de 4.590 m2 (é o maior pavilhão depois do alemão) e divide-se em quatro áreas temáticas: o céu, com as 24 fases do calendário lunar; o homem, representado por objetos relacionados com a agricultura, a cultura e os alimentos; a terra, recordada com imagens de paisagens chinesas projetadas em ecrãs gigantes; a harmonia, necessária para o desenvolvimento de um futuro sustentável.