Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ricardo Salgado construiu casa ilegal em duna na Comporta

Moradia de Salgado na Comporta, fotografada pelo Público
Autor: Redação

Ricardo Salgado continua a acumular polémicas. Agora, o antigo presidente do Banco Espírito Santo é suspeito de ter construído uma moradia ilegal, perto da praia da Comporta, numa zona de dunas onde as novas construções são proibidas. A autarquia argumenta que o projeto para o imóvel a 400 metros do mar foi uma "reconstrução". 

As proibições impostas pelos planos de ordenamento em vigor não obstaram a que em 2010 fosse construído um edifício de raiz, de grandes dimensões, em cima das dunas, junto à praia do Pego, na freguesia do Carvalhal, escreve o Público, referindo-se à casa do banqueiro, dando ainda nota de que a Câmara de Grândola diz, porém, que o licenciamento "não está ferido de qualquer ilegalidade". 
 
Em maio de 2008, a empresa Herdade da Comporta S.A. - uma empresa do Grupo Espírito Santo (GES) detida pela Rio Forte, holding do mesmo grupo com sede no Luxemburgo e declarada falida no final do ano passado - apresentou ao município um pedido de informação prévia.  
 
 A "reconstrução" licenciada em 2009 contemplava um conjunto de edifícios com uma área de implantação de 371 m2, enquanto que, segundo o município, as duas habitações originais ocupavam 400 m2. O projecto aprovado, entendeu então a câmara, "não resulta no aumento da área de implantação existente, pelo que não agrava nem altera a capacidade de impermeabilização do solo nem prejudica o equilíbrio ecológico do local".  

Moradores na vizinha aldeia da Lagoa Formosa não têm dúvidas de que não foi isso que aconteceu. "Na realidade não houve reconstrução das duas habitações, mas a demolição de ambas para surgir uma nova construção de raiz", afirma a antiga proprietária, citada pelo diário,
 
De acordo com esses registos oficiais, a casa "reconstruída" ocupa 472 m2 - e não os 371 que foram aprovados - e integra uma propriedade com 3,9 hectares comprada em 2013 à Santa Mónica SA. Comprador: Sociedade de Administração de Bens Pedra da Nau SA, com sede na Rua da Pedra da Nau n.º 141, em Cascais. A sede da actual proprietária está assim instalada, precisamente, na residência habitual de Ricardo Salgado.  
 
O ex-banqueiro foi seu presidente até maio passado, altura em que renunciou ao cargo. Os administradores atuais são a mulher e o filho.