Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Charlie Sheen vende duas das suas três mansões em Los Angeles depois de anunciar que é seropositivo

Autor: Redação

Não foi uma boa semana para Charlie Sheen. Ele, que até há pouco tempo era o rei da televisão - ganhava a arrepiante quantia de 1,8 milhões de dólares por cada capítulo da série "Dois homens e meio" -, voltou a aparecer no meio que o catapultou para a fama para confessar que é portador dos anticorpos da sida. Uma confissão que o libertou definitivamente dos chantagistas a quem durante os últimos anos pagou cerca de 10 milhões de dólares para evitar que o seu HIV positivo saltasse para as luzes da ribalta.

Não sabemos se Sheen - que leva anos sem um trabalho conhecido - anda mal de finanças devido a esta frenética espiral de autodestruição em que se converteu a sua vida, mas o certo é que segundo a revista Variety o ator norte-americano decidiu colocar à venda duas das suas três mansões em Los Angeles. Ambas as propriedades estão localizadas no exclusivo bairro de Beverly Hills e poderiam deixar conjuntamente 12 milhões de dólareas na conta bancária da antiga estrela do grande ecrã.

Mansão em Sherman Oaks - 838 m2 e seis quartos (7 milhões de dólares)

Mansão em Sherman Oaks  à venda por 7 milhões de dólares






Casa de estilo neocolonial hispânico - 615 m2 e cinco quartos (5 milhões de dólares)

Casa de estilo neocolonial hispânico à venda por 5 milhões de dólares