Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Truques simples para ter o guarda-roupa perfeito no “novo normal”

O segredo é escolher peças intemporais e básicas, feitas de tecidos fluidos e cortes soltos. O conceito de “guarda-roupa cápsula” está de volta.

Unsplash
Unsplash
Autor: Redação

A pandemia interrompeu as tendências da moda e recuperou o conceito de “guarda-roupa cápsula” que surgiu nos anos 70 e que se baseia principalmente na criação de um guarda-roupa versátil e intemporal.

Apesar de o mundo da moda ter passado por uma mudança radical na última metade do século, se algo saiu da pandemia foi a necessidade de ter roupas básicas e intemporais no armário. Neste contexto, a plataforma online Billionhands apresenta três dicas para construir um “guarda-roupa cápsula” perfeito - aplicando tudo o que foi aprendido em 2020 e adaptado ao “novo normal”. O segredo é escolher as peças certas, feitas de tecidos fluidos e cortes soltos.

Lembra-te destas máximas ao repensares o espaço, agora que a troca de roupas se aproxima com a chegada do bom tempo.

1. Poucas peças de roupa, mas bem escolhidas

De acordo com a plataforma, o objetivo principal do método-cápsula é superar a síndrome de um armário cheio e nada para vestir. Para conseguir isso, deves reduzir o número de peças de roupa até que tenhas uma seleção de peças básicas que combinam entre si e permitem que te vistas diariamente sem cair na monotonia.

A recomendação é ter um máximo de 30-40 peças de roupa que sejam funcionais e que te deem uma sensação agradável. Além disso, aconselham optar por tons neutros e misturá-los com peças mais coloridas e fáceis de vestir. A pandemia, mais uma vez, deu sentido à expressão menos é mais.

Photo by Alyssa Strohmann on Unsplash
Photo by Alyssa Strohmann on Unsplash

2. Tecidos fluidos e cortes soltos

Com o teletrabalho e o confinamento, o conforto veio para ficar. Neste “novo normal”, portanto, é necessário optar por um estilo confortável. Por esse motivo, o “dresscode” deve estar no meio do caminho entre a casa e a rua; ou seja, entre a funcionalidade e estética.

“O guarda-roupa cápsula de 2021 não nega jeans de cintura alta ou um blazer. Mas como resultado de tudo o que aconteceu no ano passado, impõe-se um estilo muito mais casual. Além da camisa branca básica ou do vestido preto curto (Little Black Dress), já confortável, serão acrescentados outros tipos de roupa mais alinhados com essa tendência. Basta olhar para o catálogo das principais empresas para perceber os "novos fundamentos". Para o “look homeoffice” não podem faltar roupas desportivas ou blusas de malha ”, enfatiza a plataforma.

Photo by Priscilla Du Preez on Unsplash
Photo by Priscilla Du Preez on Unsplash

3. Roupas de longa duração

O “upcycling” consiste em aproveitar o que cada um tem e adaptar de forma criativa com o passar do tempo. “Embora possa ser aplicada a qualquer campo, essa tendência tem despertado especial interesse no mundo da moda. E se já foi forte em 2020, em 2021 promete consolidar-se. Algo que vai determinar a forma como as pessoas compram roupas", explicam desde a Billionhands.

Embora a plataforma insista que todas as roupas em geral são suscetíveis à transformação, em algumas roupas, como camisas brancas ou jeans, o exercício DIY (Faz tu mesmo) é mais fácil.

Photo by Amanda Vick on Unsplash
Photo by Amanda Vick on Unsplash