Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Dúvidas com a decoração de Natal? Um arquiteto explica o que fazer

Muitas pessoas aproveitam os feriados de dezembro para preparar a casa para o Natal. Deixamos-te algumas dicas para acertar na decoração.

Decoração de Natal
Pixabay
Autor: Lucía Martín (colaborador do idealista news)

O Natal está a chegar. Chegam os fartos almoços e jantares, os quilos a mais, os presentes e, claro, a decoração da casa. Nessa tarefa, que às vezes pode parecer muito complicada, o arquiteto Jaime Salvá dá uma ajuda. E até faz um desenho, para que todos os conceitos fiquem claros.

Esta é a imagem que o atelier de Jaime Salvá utilizou para dar as boas festas, mas pareceu-nos uma ideia tão boa que decidimos colocar-lhe algumas questões sobre o assunto: Como escolher a árvore de Natal? Colocar fitas, sim ou não? E devemos abusar das luzes?  

Jaime Salvá
Jaime Salvá

Em relação à árvore de Natal, Salvá recomenda uma árvore de 180 cm que deve ficar longe da chaminé, para evitar acidentes. Em relação às luzes das árvores de Natal, o arquiteto recomenda não ultrapassar os 20 watts de potência: “As melhores são as lâmpadas LED que consomem menos. Recomendo tons quentes para a luz, são mais acolhedores ”, diz Salvá.

Entre os ramos mais baixos da árvore e o solo deve haver cerca de 30 cm de distância para que os Reis Magos ou o Pai Natal, conforme os gostos, possam colocar os seus presentes. Da mesma forma, o arquiteto recomenda bolas com um diâmetro de 85 milímetros e que o anjo ou estrela colocado no topo da árvore seja fixado com algo resistente.

Quanto aos elementos decorativos, o arquiteto aconselha a utilização de elementos da natureza (que podem ser pinhas, nozes, ramos ...): “Desta forma poupamos dinheiro e conseguimos uma decoração mais original e personalizada”, acrescenta. Quanto mais natural e menos plástico, melhor.

Decorar a casa no Natal
Pixabay

Se tens lareira, aquela que o Pai Natal desce para deixar os presentes, também tens que te encarregar de decorá-la. O arquiteto recomenda que sejam usadas meias antigas. Usadas, mas limpas, claro.

Em relação à lareira, Salvá comenta o seguinte: “Se não tiver saída de fumos, existem outros sistemas alternativos como lareiras elétricas ou lareiras a bioetanol que podem fornecer aquecimento sem exigir a extração de fumos ou sujar a casa com a lenha”.

O importante é que o calor que possa ser gerado no interior, seja qual for o sistema, não se perca. Neste sentido, a casa tem que estar muito bem isolada, e é preciso controlar as aberturas das portas e janelas exteriores.

Com isto, já tens todas as informações para que a decoração de Natal seja atrativa e também profissional.

Etiquetas
Natal