Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Paraísos fiscais

Últimas notícias sobre "Paraísos fiscais" publicadas em idealista.pt/news

Portugal tem a maior lista de paraísos fiscais da Europa, diz Governo

O Governo revelou que “Portugal tem de longe a maior lista negra de paraísos fiscais da Europa”, defendendo que a lista de offshores “deve ser reduzida” e que a estratégia deve privilegiar os acordos de troca de informação. “Creio que não há mais nenhum país que tenha mais de 20 [territórios]”, disse o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade.

Notícia sobre:

Fim do sigilo bancário na Suíça

A Suíça, o paraíso fiscal de muitos milionários e empresas, está em vias de mudar como destino ideal para as fortunas internacionais. O sigilo bancário, que ao longo dos 82 últimos anos fomentou a transferência de capitais para aquele país, tem regras diferentes, desde o passado dia 1 de janeiro, obrigando a que sejam reunidos todos os dados bancários dos clientes estrangeiros dos seus 266 bancos para que, a partir de 2018, sejam partilhados automaticamente todos os anos com outros países.

Notícia sobre:

Bahama Leaks, novo escândalo internacional de offshores apanha 28 portugueses

Há um novo escândalo internacional de poderosos apanhados com dinheiro em paraísos fiscais. E, mais uma vez, há portugueses "metidos ao barulho". Micael Gulbenkian, sobrinho-neto do fundador da Fundação Gulbenkian, Pedro Morais Leitão, administrador da Oi, Joaquim Marques dos Santos, ex-presidente do Banif, são três dos 28 nomes de portugueses que constam do Bahama Leaks.

Notícia sobre:

Paraísos fiscais: entre 2010 e 2014 saíram de Portugal mais de 10 mil milhões para offshores

Em cinco anos, entre 2010 e 2014, empresas e particulares transferiram de Portugal para offshores localizados em paraísos fiscais 10.200 milhões de euros. Só em 2011, ano em que a Troika chegou a Portugal, saíram para estes locais mais de 4.000 milhões de euros em transferências. Hong Kong está no topo da lista dos centros financeiros dos portugueses.

Notícia sobre:

Panama Papers: afinal, como é que os ricos e poderosos fazem para esconder o dinheiro?

O escândalo internacional Panama Papers, construído a partir da empresa Mossack Fonseca e divulgado pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação vem trazer a público que são muitos os poderosos, ricos e famosos no mundo que escondem milhões e milhões, seja para não pagar impostos ou porque é dinheiro de atividades ilegais.

Notícia sobre:
A Quinta do Fontelo está localizada em Queirã, Vouzela (Fotos: www.quintadofontelo.com).

A propriedade do milionário português apanhado no escândalo Panama Papers

Idalécio Castro Rodrigues de Oliveira anda nas bocas do mundo por estar a ser investigado no âmbito da operação Lava Jato e por ter uma ligação, por essa via, ao escândalo internacional Panama Papers. O empresário português é proprietário da Quinta do Fontelo, localizada no Carregal, freguesia de Queirã, Vouzela. Tem cerca de 50.000 m2 e é gerida por familiares, sendo que inclui uma casa de turismo rural.

Notícia sobre:

Panama Papers: há, pelo menos, 34 portugueses no esquema internacional de fuga ao Fisco

O escândalo internacional Panama Papers também tem ramificações em Portugal. Pelo menos, 34 pessoas com morada portuguesa têm contas em "offshores", estando assim relacionadas com a maior teia de fuga fiscal e burla económica e financeira conhecida até ao momento e que foi divulgada no domingo passado.

Notícia sobre:

Panama Papers: o escândalo de fuga fiscal que apanha poderosos e famosos do mundo inteiro

Vladinir Putin ou Lionel Messi são apenas dois exemplos da extensa lista de chefes de Estado e celebridades internacionais que participaram em esquemas de fuga fiscal e que agora foram denunciados por uma investigação internacional de jornalistas, a Panama Papers.

Notícia sobre:

Benefícios fiscais fazem dos franceses os grandes investidores do momento no imobiliário em Portugal

O bom tempo, a amabilidade dos portugueses, o estilo cosmopolita de Lisboa ou Porto e um custo de vida mais baixo (incluíndo o preço dos imóveis) são fatores que pesam a favor do imobiliário nacional no momento em que os franceses decidem investir em Portugal, nomeadamente na compra de casas. Mas o grande trunfo é o regime fiscal especial em vigor, através do regime de residente não habitual, que está a fazer do país o novo El Dorado para os franceses.

Notícia sobre: