Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Viver em Portugal

Últimas notícias sobre "Viver em Portugal" publicadas em idealista.pt/news

Portugal entre os 5 países do mundo onde os reformados podem viver como os ricos e famosos

Há muito que se diz que Portugal está na moda e que os encantos de Lisboa atraem cada vez mais famosos. O país, que já foi considerado o novo Eldorado para os reformados europeus, volta agora a ser notícia, integrando um lote de cinco nações onde os aposentados podem viver como os ricos e famosos, mas sem as suas contas bancárias.

Notícia sobre:

Um em cada seis jovens portugueses vive em casas sobrelotadas

Um em cada quatro jovens da União Europeia (EU) entre os 15 e os 29 anos vive em casas sobrelotadas, segundo os dados mais recentes do Eurostat. Portugal faz melhor que a média europeia: por cá, há um jovem em cada seis que vive em agregados com excesso de residentes. O país ocupa assim o 12º lugar na lista dos 28 países, à frente da Suécia, Dinamarca, Aústria e Itália.

Notícia sobre:

Há cada vez mais estrangeiros a viver em Portugal, sobretudo italianos e franceses

O número de estrangeiros residentes em Portugal aumentou pelo segundo ano consecutivo, ultrapassando em 2017 os 400 mil imigrantes, valor que já não se verificava desde 2013. A França, que em 2016 entrou no top 10 das nacionalidades mais representativas de estrangeiros a residir legalmente em Portugal, registou em 2017 um aumento de 35,7%.

Notícia sobre:

Índice idealista 4T 2015: preço de casas usadas em Portugal sobe 0,7%

O preço da habitação em Portugal registou uma subida de 0,7% durante o último trimestre de 2015, situando-se em 1.052 euros por metro quadrado (m2), segundo o índice de preços do idealista. Excluindo o centro, todas as regiões viram os seus preços diminuírem, sendo que Lisboa e Madeira foi onde se registaram as maiores descidas.
Notícia sobre:

Portugal eleito em 2016 entre os 10 melhores destinos do mundo para passar a reforma

O estilo de vida saudável está a fazer de Portugal o “paraíso da reforma” para cada vez mais estrageiros. Os benefícios fiscais, as condições de acesso a vistos de residência, o clima e as opções de entretenimento são outros dos fatores que pesam na escolha do país como um dos 10 destinos preferidos dos aposentados internacionais.

Notícia sobre:
  •  
  •