Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Descobre o “glamping”: a nova forma de viver a natureza sem renunciar ao glamour

"Glamping", união entre glamour e camping / Andrea Coppola
"Glamping", união entre glamour e camping / Andrea Coppola
Autor: Annastella Palasciano

O que é que acontece quando os alojamentos de luxo encontram a natureza? Nasce o 'glamping'. Uma fusão entre o glamour e o camping, que representa a nova fronteira do turismo verde e sustentável. O idealista/news foi em reportagem ao Gauging Torre Sabea, na região de Pugli, em Itália. Nada melhor para arrancar a semana do que uma dica destas para começares já pensar nas próximas férias.

Um estilo de vida que, criado em destinos quentes como África e Austrália, conseguiu conquistar rapidamente outras “latitudes”. Para conhecer as origens deste novo modo de experimentar a natureza, teremos de recuar ao século XVI na Escócia e na França, onde as tendas de luxo eram construídas para ocasiões especiais.

Mas o 'glamping' como o conhecemos hoje estendeu-se pela primeira vez para territórios mais quentes como a África e a Austrália, e depois “aterrou” em destinos mais frios, como a Suíça e a Escandinávia. Nos últimos anos, este tipo de estruturas também começou a proliferar na Itália.

Tendas de luxo

Os amantes de acampamentos que não querem abrir mão do conforto de um quarto de hotel encontram a solução ideal no glamping. Na essência, trata-se da oportunidade de viver em contacto com a natureza, acompanhada pelo glamour ou pela possibilidade de dormir em camas confortáveis que geralmente têm baixo impacto ambiental e são construídas com materiais ecológicos. Tudo isto acompanhado de serviços de fazer inveja a qualquer hotel de luxo, mas a preços muito mais competitivos.

O glamping tornou-se numa relevante oportunidade comercial nos últimos anos. Na Itália, Andrea Coppola abriu um complexo desse tipo. Chama-se Gauging Torre Sabea e está localizado perto de Gallipoli, na região de Pugli em Itália.